Darwin OS Basic 1.0

Darwin OS Basic

1.0

Distribuição Linux enxuta para quem utiliza o computador apenas em atividades simples e navegar na internet



O Linux é o sistema operacional que possui o meio número de “versões”. A ideia das distribuições é permitir que cada pessoa tenha um SO que atende às suas necessidades pessoais da maneira mais satisfatória possível.

O Darwin OS Basic, por sua vez, é uma distribuição que tem como alvo os fãs da simplicidade e da organização. Diferente das outras versões, este sistema operacional não foca em efeitos visuais ou aplicações desnecessárias (em muitos casos). A ideia é trazer um sistema eficiente e fácil de usar para as pessoas que utilizam o computador para atividades simples como editar um texto, acessar a internet e conversar com os amigos.

Instalação?

Você não precisa instalar o Darwin OS Basic para aproveitar as funcionalidades que ele tem para oferecer. O sistema roda diretamente do CD e utiliza o dropbox para o armazenamento de documentos, músicas, vídeos e arquivos de configuração.

Ao executar o sistema operacional, a tela de login será mostrada. É preciso digitar a senha “evolution” para ter acesso às funcionalidades oferecidas pelo Darwin OS Basic. Depois de carregar todas as ferramentas e iniciar os processos necessários, é hora de começar a desfrutar de todas as facilidades da distribuição.

O que a distro oferece

As aplicações-padrão do Darwin OS Basic são quase as mesmas do Ubuntu 10.10, sistema no qual a distribuição é baseada. O Banshee é o programa encarregado da reprodução de músicas, rádios online e vídeos. Para gravar e copiar CD ou DVD, nada melhor do que o já conhecido Brasero.

O Docky é quem substitui a barra de tarefas do sistema, mas muitas das opções de personalização da aplicação foram bloqueadas. Para a edição simples de textos sem formatação, o Gedit continua sendo a ferramenta principal.

Terminal, Dejá Dup e Bluetooth foram mantidos exatamente da mesma forma que são encontrados na distribuição que deu origem ao Darwin OS Basic. Uma novidade é a utilização do Turpial, que veio para substituir o Gwibber como cliente-padrão para o Twitter.

Sem português

Infelizmente o Darwin OS Basic não possui tradução para o português ou para o inglês. Todas as opções e ferramentas encontram-se no idioma espanhol, o que pode ser um pouco estranho para quem não está acostumando com a língua. Durante os testes não foi possível encontrar as configurações para modificar o idioma-padrão do sistema, apenas o layout do teclado e algumas opções de acessibilidade.

Diferentes versões

O Darwin OS Basic possui algumas versões diferenciadas e um pouco mais completas para que deseja utilizar a distribuição para trabalhos mais avançados. Além da Basic, existem ainda as opções Design, Studio e Office do SO. Utilize os links abaixo para fazer o download das demais variantes do Darwin OS e encontrar aquela que melhor atende às suas necessidades.

Imagens do Darwin OS Basic

Prós
  • Fácil de usar
  • Distribuição leve e prática
  • Roda diretamente do CD
Contras
  • Não possui tradução para o português

Nossa opinião sobre o Darwin OS Basic:

Não há como negar que a ideia do Darwin OS Basic é muito boa. Nada como ter um sistema operacional mais leve e simples de utilizar para as atividades mais corriqueiras, sem que isso consuma memória do seu computador à toa.

A interface apresentada por esta distribuição Linux é bem intuitiva, pois exibe as principais opções e ferramentas do sistema em uma única barra de ferramentas, a qual é exibida na Área de trabalho. Os ícones bem destacados nas janelas também facilitam na hora de encontrar o que você deseja.

Embora com um visual bem diferente, as ferramentas e os recursos oferecidos pelo Darwin OS Basic são os mesmo encontrados no Ubuntu. Assim, você não deve encontrar dificuldade na utilização da nova distribuição do sistema operacional do pinguim.


SHOPPING BAIXAKI

Comentários (0)

Nenhuma pessoa comentou este programa, gostaria de ser o primeiro?