Logo A economia das crises Ícone

A economia das crises

Grátis para testar
0 Bytes
Funciona em: Android
Adicionado em : 03/05/2020 Editora Intrinseca
Baixar Download Seguro
Verificado com Antivírus

O que estão falando…

Já usou? Avalie! +0 Avaliações - Seja o primeiro a avaliar o produto!

Descrição

Alana Schmidt
Obra vital, A economia das crises prova que essas calamidades podem ser não apenas previstas, mas evitadas, e com o tratamento correto, sanadas.
Conhecido como ‘Dr. Apocalipse', Nouriel Roubini eletrizou a comunidade financeira mundial ao antever a última crise muito antes de qualquer outro especialista. Ao contrário de outrosexperts, ele não trata os desastres econômicos como eventos extravagantes, singulares e isolados, sem causa nítida. Décadas de pesquisas em todo o mundo lhe permitiram constatar que são previsíveis e passíveis de prognóstico. Fundamentado em uma combinação nada convencional de análise histórica com economia global, Roubini tem forçado políticos, autoridades monetárias, investidores e analistas do mercado financeiro a encarar uma verdade sempre negligenciada: os sistemas financeiros são inerentemente frágeis e propensos ao colapso.Ao compararem crises em diversos países e épocas, Nouriel Roubini e Stephen Mihm mostram que os cataclismos financeiros são antigos e onipresentes como o capitalismo. Usam os exemplos do passado para estabelecer ligações com as dificuldades do presente. Ensinam a reconhecer e atacar a instabilidade do sistema financeiro global; a entender os pontos fracos e extrair lições de episódios anteriores como a "exuberância irracional"; a detectar o curso do fenômeno de contágio global, e a traçar planos de curto prazo. Os autores explicam como a economia mundial pode sair da confusão em que está, e manter-se fora disso. Obra vital, A economia das crises prova que essas calamidades podem ser não apenas previstas, mas evitadas, e com o tratamento correto, sanadas.

Prós & Contras

Prós

  • Não encontramos pontos positivos.

Contras

  • Não encontramos pontos negativos.

Interesse ao longo do tempo

Compartilhe essa página

Avaliações sobre o A economia das crises

  • {{comentario.nome}} {{comentario.data}}
    {{comentario.nota}}
    Nota {{comentario.notaExtenso}}!
    Editar Avaliação