Logo Cartas da Biblioteca Guita e José Mindlin Ícone

Cartas da Biblioteca Guita e José Mindlin

Grátis para testar
0 Bytes
Funciona em: Android
Adicionado em : 08/09/2019 Editora Terceiro Nome
Baixar Download Seguro
Verificado com Antivírus

O que estão falando…

Já usou? Avalie! +0 Avaliações - Seja o primeiro a avaliar o produto!

Descrição

Alana Schmidt
The young Queen is grown into a regular little monster of fat, dirt, and ugliness. The marchioness Loulé seems to look forward with pleasure to the number of navy and marine officers with whom she is going to pass two months on board ship.
Numa época em que a grafia manual está se perdendo e os erros da nossa escrita podem ser rapidamente escondidos, é estimulante perceber o quanto as pessoas aceitavam se expor ao escrever cartas, inclusive deixando visíveis seus erros ou arrependimentos. Para este livro, selecionamos cartas dos séculos XVII ao XX, abrangendo política, literatura, música, artes plásticas e histórias de viajantes, como se fossem pequenas pinceladas na trajetória político-cultural brasileira. Para que todas possam ser devidamente saboreadas, cada uma traz um texto elucidativo, mas informal, escrito por Elisa Nazarian, permitindo certa intimidade entre o leitor e o missivista. As cartas mais antigas recuperam a memória de tempos coloniais: o cenário político e a família real estão muito bem representados em cartas de Dom Pedro I, Dom Pedro II, Carlota Joaquina e José Bonifácio, entre outras personalidades. Por outro lado, esse período também abrange cartas de aventureiros e diplomatas em terras brasileiras. Nesse caso, há deliciosas surpresas sobre os costumes de época, recuperando impressões sobre a corte, as cidades e a paisagem de maneira geral. Naturalmente, a literatura, grande paixão de José Mindlin, é fartamente retratada: há, entre outras, correspondências de Machado de Assis, Euclides da Cunha, Lima Barreto, Monteiro Lobato, Carlos Drummond de Andrade, Gilberto Freyre, Vinicius de Moraes, Ariano Suassuna, Antonio Candido, Rubem Braga e José Saramago. O livro ainda resgata os tempos de efervescência cultural do grupo modernista, representado aqui por nomes como Rubens Borba de Moraes, Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Heitor Villa-Lobos, Yan de Almeida Prado e Sérgio Milliet. O livro é uma pequena contribuição à divulgação do acervo tão precioso que José Mindlin reuniu durante tantos anos de sua vida, acervo este cujo segmento mais importante, a Brasiliana, foi doado à Universidade de São Paulo.

Prós & Contras

Prós

  • Não encontramos pontos positivos.

Contras

  • Não encontramos pontos negativos.

Interesse ao longo do tempo

Compartilhe essa página

Avaliações sobre o Cartas da Biblioteca Guita e José Mindlin

  • {{comentario.nome}} {{comentario.data}}
    {{comentario.nota}}
    Nota {{comentario.notaExtenso}}!
    Editar Avaliação