Logo Cavaleiros de Caneta e Papel 2 Ícone

Cavaleiros de Caneta e Papel 2

Grátis
71 MB
Funciona em: Android
2.3/3.0/3.1/4.0/4.1/4.2/4.3/4.4/5.0
Atualizado em : 19/05/2017 Paradox Interactive
Baixar Grátis Download Seguro
Verificado com Antivírus

O que estão falando…

Já usou? Avalie! +0 Avaliações - Seja o primeiro a avaliar o produto!

Descrição

Marcelo Rodrigues
Cavaleiros de Caneta e Papel 2 é o game definitivo para quem quer jogar RPG no celular

Baseados dos role-playing games tradicionais, jogados na sala de casa, os RPGs eletrônicos são um dos gêneros mais populares no mundo dos jogos, geralmente adicionando mais ação e dinamismo à brincadeira. Porém, que tal fazer o caminho inverso e trazer um pouco do RPG de mesa para o universo mobile? Cavaleiros de Caneta e Papel 2 se dedica a essa tarefa.

Quem já perdeu algumas boas horas de fim de semana envolto em livros de regras, mapas desenhados à mão e planilhas cheias de anotações vai se sentir em casa nesse segundo game da franquia. O jogo usa tanto elementos da vida real como do universo de fantasia criado por um Mestre das Masmorras (DM) para contar uma aventura mais do que empolgante. 

Cavaleiros de Caneta e Papel 2 - Imagem 1 do software  Cavaleiros de Caneta e Papel 2 - Imagem 2 do software

Em Cavaleiros de Caneta e Papel 2, você precisa escolher quais serão os integrantes da sua mesa de jogo, criar os personagens de cada um deles e realizar missões dos mais variados tipos. A jogatina segue o esquema de batalhas por turnos e se passa em um mundo no melhor estilo retrô, lotado de referências visuais e diálogos retirados da cultura pop – cheios de humor.

Além de poder escolher cada detalhe dos seus heróis dentro do game, você vai precisar incrementar o local onde rola a jogatina para ganhar bônus cada vez melhores e, quem sabe, atrair novos amigos. O título, que custa R$ 13,63, tem ainda um sistema de melhoria de habilidades e equipamentos, conquistas, ranking e, claro, uma loja para compra de recursos.

Nossa Opinião sobre o Cavaleiros de Caneta e Papel 2

Talvez você sempre tenha curtido RPGs eletrônicos, mas nunca chegou a curtir a jogatina original, recheada de planilhas e dados. Tem interesse nessa experiência, mas prefere jogar sozinho na tela do celular? Sem problemas, cara! Cavaleiros de Caneta e Papel 2 une diversas características dos games que originaram o gênero com elementos de títulos mais modernos.

Esbanjando bom humor e referências a filmes, seriados, quadrinhos e tantas outras mídias que abraçam o mundo geek/nerd, o jogo é uma verdadeira homenagem aos RPGs tradicionais. Mas não pense que, por conta disso, você vai se deparar com uma jogabilidade truncada, cheia de complexidades e regrinhas chatas. Aqui, tudo é simples, fácil e divertido.

Em primeiro lugar, Cavaleiros de Caneta e Papel 2 tem uma tradução completa – e de qualidade – para o nosso português, bastando ir até o menu de configurações para fazer a troca de idioma. Com isso, fica garantido que todos nós possamos entender cada linha dos diálogos, seja do mestre de jogo ou dos NPCs, e acompanhar o andamento da história.

Outra grata surpresa é que, apesar do tamanho razoável necessário em disco para instalar o título – cerca de 60 MB –, praticamente todo mundo pode curtir o game sem nenhum problema. Por conta de seu estilão retrô e da exigência de um celular com pelo menos a versão 2.3.3 do Android (Gingerbread), o app não pesa nada e deve rodar mesmo em dispositivos “jurássicos”.

Produção de muito bom gosto

Esse estilo oldschool de Cavaleiros de Caneta e Papel 2, aliás, é o primeiro grande charme do produto. A referência é clara à saudosa época dos jogos 16 bits, mas, como não poderia deixar de ser em um título que investe em qualidade, traz muito mais detalhes, recursos e elementos visuais que não se via durante as sessões de jogo no Super Nintendo ou Mega Drive.

Todos os personagens, monstros, NPCs, jogadores, cenários e mapas parecem ser únicos e cada item desses é repleto de personalidade. Até coisas mais bobinhas, como efeitos de magias de área ou indicadores de status negativos nos oponentes parecem ter sido elaborados com bastante cuidado. Menus e planilhas também entram nesse mesmo esquema.

Essa dedicação da equipe de desenvolvimento de Cavaleiros de Caneta e Papel 2 já atrai o jogador logo de cara, durante a criação dos seus heróis iniciais. É difícil segurar o riso ao tentar diferentes combinações de jogadores, raças e classes. Dúvida? Escolha uma líder de torcida que interpreta um anão mago ou um nerd jogando de elfo guerreiro para conferir o resultado.

Os efeitos de som, em geral, são simples, mas casam perfeitamente com a ambientação do game. A trilha sonora, porém, dá um verdadeiro show, criando um clima épico tanto na hora da navegação pelos menus como quando você está empenhado em detonar dezenas de armadilhas para ratos inteligentes – que não pouparão forças para acabar com a sua vida.

Uma jornada muito suave

Mesmo se você for o tipo de pessoa que prefere títulos que usem todo o potencial do celular ou tablet ou se, ainda, a escolha pelo design retrô não te agradar muito, ainda assim vale dar uma chance e testar Cavaleiros de Caneta e Papel 2. Isso porque, além de apresentar uma história divertida, a jogabilidade criada para o game pode te surpreender de uma forma bem positiva.

Logo depois de instalar o jogo, basta iniciar a aventura para ser guiado por uma curta introdução na qual um jogador veterano debulha o monstro mais forte do universo – e cai fora depois de ser convidado a fazer um personagem do zero. Mesmo não sendo importante para o desenvolvimento do enredo em si, esse trecho dá uma boa ideia do que vem pela frente.

Na sequência, a jogatina segue para um tutorial minúsculo, mas que passa de forma tranquila as informações necessárias para que você jogue sem se sentir perdido. Basta uma ou duas lutas com inimigos atrapalhados para aprender como atacar, lançar feitiços, avaliar a situação do terreno de combate e também conhecer detalhes das missões e dos menus em geral.

Não se preocupe, não dá tempo nem de você se cansar dessa fase de aprendizado, já que em um piscar de olhos sua equipe é mandada para realizar tarefas dos aldeões, caçar bandidos ou recuperar objetos mágicos perdidos há eras.

Difícil largar o celular

Sim, é possível curtir apenas uma ou duas aventuras e jogar Cavaleiros de Caneta e Papel 2 em uma sessão de dez ou 15 minutos, por exemplo. Porém, uma vez introduzido ao mundo do jogo, é quase certo que você vai querer passar algumas boas horas ao lado do Mestre das Masmorras, do grupo de jogadores virtuais e de seus bem-humorados personagens.

É até fácil entender o porquê disso, já que o esquema de evolução de heróis, o clima descontraído desse universo e o sistema de batalha foram feitos sob medida para fazer você continuar jogando. Afinal, como resistir aos pedidos de enfrentar hordas de piratas mal-encarados apenas para recuperar o animal de estimação de uma garotinha do vilarejo?

Para dar cabo dos inimigos na hora do combate, é só esperar o turno de cada um de seus comandados e tocar nos alvos para desferir ataques físicos básicos. Embora a estratégia dê certo para oponentes mais fracos, é preciso ampliar o repertório se você quiser vencer desafios avançados ou grupos de monstros poderosos – e o próprio jogo se encarrega de ensinar isso.

Conforme seus personagens evoluem, por exemplo, é possível desbloquear novas habilidades ou aperfeiçoar feitiços já aprendidos. Enquanto alguns desses ataques especiais atacam em área, espalham efeitos negativos ou inutilizam os adversários por alguns turnos, outros curam aliados e melhoram seus status – contribuindo para que você não canse das lutas tão cedo.

O preço do vício

A dedicação ao game também libera elementos adicionais que enriquecem ainda mais seu universo. Basta progredir um pouco na história para desbloquear a busca por tesouros fora das missões, as viagens entre vilas e cidades – com a possibilidade de combates e novos itens no caminho – e a opção de descansar seus heróis para recuperar vida e pontos de magia.

Outros recursos exigem ouro para serem habilitados, como é o caso de classes, personagens e consumíveis encontrados em uma revista fictícia de RPG dentro de Cavaleiros de Caneta e Papel 2. As moedas douradas também são usadas para comprar mobília, alimentos, adereços e outros itens para incrementar o quarto/sala em que rola a jogatina no “mundo real”.

Infelizmente, pelo menos na porção inicial do jogo, o recurso existe em pouca quantidade e só é oferecido ao se completar as missões dadas pelos NPCs. É um problema balancear o gasto com as viagens a cavalo e a compra de equipamentos novos com a vontade de economizar nos gastos para adquirir coisas mais caras no futuro.

Obviamente essa é a estratégia da desenvolvedora para fazer com que você sinta a necessidade de utilizar dinheiro real para comprar pacotes de ouro na lojinha in-game – com preços entre R$ 6,82 e R$ 20. Mas não se preocupe, é completamente possível se divertir sem abrir a carteira, só leva um pouco mais de tempo para ampliar as suas posses digitais.

Sempre tem uma primeira vez

Mesmo sendo um app pago – saindo por R$ 13,63 –, o jogo acaba valendo cada centavo por oferecer horas e mais horas de jogatina descontraída. O bom humor, a infinidade de missões, as conquistas e o fator replay fazem o título render muito na tela do seu celular.

A qualidade de produção e o conteúdo excepcional desenvolvido para Cavaleiros de Caneta e Papel 2 faz com que esse produto tenha o potencial de ser a primeira compra de muita gente na Google Play. E aí, topa encarar essa aventura?

Prós & Contras

Prós

  • Totalmente em português
  • Belo visual retrô
  • Músicas empolgantes
  • Esbanja bom humor
  • Muito conteúdo à disposição

Contras

  • Difícil juntar recursos

Interesse ao longo do tempo

Compartilhe essa página

Avaliações sobre o Cavaleiros de Caneta e Papel 2

  • {{comentario.nome}} {{comentario.data}}
    {{comentario.nota}}
    Nota {{comentario.notaExtenso}}!
    Editar Avaliação