Logo "Não é só a torcida organizada": o que os torcedores organizados têm a dizer sobre a violência no futebol? Ícone

"Não é só a torcida organizada": o que os torcedores organizados têm a dizer sobre a violência no futebol?

Grátis para testar
0 Bytes
Funciona em: Android
Adicionado em : 16/08/2020 SciELO - Editora UNESP
Baixar Download Seguro
Verificado com Antivírus

O que estão falando…

Já usou? Avalie! +0 Avaliações - Seja o primeiro a avaliar o produto!

Descrição

Alana Schmidt
Este estudo investigou o que os torcedores organizados teriam a dizer sobre a violência no futebol brasileiro, para depois interpretar tais discursos à luz do referencial teórico de Johan Galtung.
Este estudo investigou o que os torcedores organizados teriam a dizer sobre a violência no futebol brasileiro, para depois interpretar tais discursos à luz do referencial teórico de Johan Galtung. Visando contribuir com o debate sobre a violência no futebol, nesta abordagem, optamos pelo viés da compreensão em lugar da visão estigmatizante e preconceituosa sobre o tema. Defendemos que reduzir a discussão da violência no futebol meramente à ação das torcidas organizadas fragmenta a análise desse complexo fenômeno e se mostra improdutivo, pois a violência no futebol perpassa a organização, gestão e estrutura do futebol brasileiro, além dos episódios de violência física.

Prós & Contras

Prós

  • Não encontramos pontos positivos.

Contras

  • Não encontramos pontos negativos.

Interesse ao longo do tempo

Compartilhe essa página

Avaliações sobre o "Não é só a torcida organizada": o que os torcedores organizados têm a dizer sobre a violência no futebol?

  • {{comentario.nome}} {{comentario.data}}
    {{comentario.nota}}
    Nota {{comentario.notaExtenso}}!
    Editar Avaliação