Logo Os olhos da noite Ícone

Os olhos da noite

Grátis para testar
0 Bytes
Funciona em: Android
Adicionado em : 19/03/2020 Buqui Livros Digitais
Baixar Download Seguro
Verificado com Antivírus

O que estão falando…

Já usou? Avalie! +0 Avaliações - Seja o primeiro a avaliar o produto!

Descrição

Alana Schmidt
O elemento noite é sempre atraente. A noite é um signo. Em seu livro de estreia, Os Olhos da Noite, o poeta Paulo Rodrigo Ohar está em simbiose com a obscuridade.
O elemento noite é sempre atraente. A noite é um signo. Em seu livro de estreia, Os Olhos da Noite, o poeta Paulo Rodrigo Ohar está em simbiose com a obscuridade. Não apenas a sua experiência, mas a marca metafórica amparada a outros poetas que do mesmo modo cantaram a escuridão, como Baudelaire e Rimbaud. Uma poesia contida, intensa, que investiga os códigos da noite sem deixar de lado a combinação eficaz entre o lirismo e a contundência do dito, sem rodeios. Nas quatro partes que integram o livro, Alucinantes, Noturnos, Reverberações e Curtas, a palavra noturna consegue alcançar o poético sem abrir mão de uma dicção legítima: a noite é tema e núcleo daquilo que se escreve coberto da mesma noite. Observações, segredos, confissões, a noite percorrida de madrugada trazida para dentro de casa. O autor tem pleno domínio sobre o tema que pretende costurar sua poesia. Quem aprecia a delícia da noite vai logo se reconhecer. A noite aqui é brinde e sugestão, carne crua. Presente dos deuses: os mesmos entorpecidos dessa noite. Diego Petrarca, professor de literatura e poeta

Prós & Contras

Prós

  • Não encontramos pontos positivos.

Contras

  • Não encontramos pontos negativos.

Interesse ao longo do tempo

Compartilhe essa página

Avaliações sobre o Os olhos da noite

  • {{comentario.nome}} {{comentario.data}}
    {{comentario.nota}}
    Nota {{comentario.notaExtenso}}!
    Editar Avaliação