Logo Very Bad Company Ícone

Very Bad Company

Versão 1.61 Pago
17 MB
Funciona em: Android
4.0/4.1/4.2/4.3/4.4/5.0
Atualizado em : 15/09/2015 Magic Cube
Baixar Download Seguro
Verificado com Antivírus

O que estão falando…

Já usou? Avalie! +0 Avaliações - Seja o primeiro a avaliar o produto!

Descrição

Paulo Felipe Manosso Vidal
Um hacker vingativo em uma jornada frenética e multimilionária

Na pele de um jovem CEO de uma empresa de TI, sua missão é orquestrar a vingança contra o banco que lhe enganou e levou sua companha à falência. Para isso, você decide utilizar como arma sua única habilidade: hackear sistemas.

Very Bad Company começa com seu personagem morando em uma simples barraquinha e um laptop. Clicando fervorosamente na tela você consegue roubar alguns trocados da maligna empresa. Contudo, à medida que você avança, novas possibilidades começam a surgir. Adquira novos equipamentos de hack, contrate terroristas cibernéticos e compre um cofre maior para guardar sua nova fortuna digital.

Very Bad Company - Imagem 1 do software  Very Bad Company - Imagem 2 do software

Foco no hack

Você começa ganhando apenas um dinheiro virtual a cada clique na tela. Depois disso, adquirindo novos equipamentos para o PC, como mouses, memória RAM e teclados, seu faturamento aumenta.

Entretanto, fazer sua fortuna apenas com cliques pode ser desgastante, e é ai que entram os seus novos funcionários. Com um elenco digno de rei do crime, sua empresa começa a contratar desde pequenos meliantes e assaltantes de banco até membros da Yakuza e terroristas cibernéticos.

Nossa Opinião sobre o Very Bad Company

Very Bad Company é um jogo no qual você deve hackear e roubar o dinheiro armazenado no banco que causou a sua falência. Para isso, você clica na tela para começar sua mágica com códigos e faturar alguns trocados.

À medida que você lucra, é possível aumentar o faturamento dos cliques ou até contratar funcionários para roubar manualmente o seu rico dinheirinho. A jogabilidade rápida e simples é o maior chamariz do título, já que os gamers não precisam se preocupar com controles complicados e podem focar toda a sua atenção na evolução e nas missões.

Viciante ou repetitivo?

Quando se trata de jogos de clicar freneticamente, existem dois resultados: ou o jogo fica viciante ou fica enjoativo. No caso de Very Bad Company, o vício é um perigo. Isso acontece porque a grande quantidade de evoluções incentiva o jogador a continuar ganhando dinheiro e gastando.

Além disso, o jogo apresenta diversas missões que garantem bônus ao faturamento. Isso inclui evoluir um tipo de funcionário, clicar em elementos da tela ou até adquirir evoluções específicas.

Por fim, resetar o jogo pode lhe garantir uma grande quantidade de diamantes rosas, que só podem ser adquiridos com dinheiro real.. O número da recompensa depende do seu avanço atual no game.

Arte com pixels

Construído com um estilo que lembra jogos da era 16 bits, o título apresenta um visual cheio de pixels, assim como alguns games dessa época possuíam. Entretanto, a riqueza de detalhes apresentada pelo game é impressionante, mostrando claramente a atenção dos desenvolvedores ao criarem o jogo.

Vale comentar que há uma grande variedade de cenários e elementos diversos espalhados para todo lado. A animação dos personagens é bastante variada e divertida, com destaque para os diferentes jeitos que o magnata lhe “expulsa” do barco.

A música de fundo apresenta batidas animadas e psicodélicas, que fazem um bom trabalho de imersão com seus ritmos eletrônicos e causam a sensação de você estar jogando algo dos anos 90.

Prós & Contras

Prós

  • Tema diferente e interessante
  • Jogabilidade simples e viciante
  • Evoluções engraçadas
  • Visual incrível

Contras

  • Não encontramos pontos negativos.

Interesse ao longo do tempo

Compartilhe essa página

Avaliações sobre o Very Bad Company

  • {{comentario.nome}} {{comentario.data}}
    {{comentario.nota}}
    Nota {{comentario.notaExtenso}}!
    Editar Avaliação