Logo EverQuest Ícone

EverQuest

Versão Free to Play Grátis
7.92 GB
Funciona em: Windows
XP/Vista/7/8
Adicionado em : 19/03/2012 Sony Online Entertainment
Baixar Grátis Download Seguro
Verificado com Antivírus

O que estão falando…

Já usou? Avalie!
+9 Avaliações
  • Foto de PATRYK
    PATRYK 23 de março de 2012 - 09:46
    8
    Nota Ótimo!
    Mesmo não admitindo mais gráficos hj em dia conta muito, everquest era o jogo dos meus sonhos a 5 anos atras, mais agora com tanta qualidade por ai, meio dificil eu jogar, demoraram muito pra lançar esse jogo free
  • Foto de Breno
    Breno 26 de março de 2012 - 17:14
    2
    Nota Ruim!
    Calma ai manow como esse jogo vai pesa 8 gb ? Ja joguei na casa de um amigo e me decepicionei completamente,compara esse jogo com o WoW é a mesma coisa que comparar um Atari com um Xbox 360,pode ser bem mais velho,porém nunca sera melhor.

Descrição

Allan Valin
Um dos primeiros MMORPGs já lançados se tornou gratuito para jogar a partir da 18ª expansão

EverQuest é o MMORPG que pode ser atribuído como “culpado” pelo sucesso de games como World of Warcraft e Perfect World. Afinal, foi com ele que tudo começou: em 1999, a primeira versão do jogo foi lançada e, desde então, outras 18 expansões foram adicionadas ao título. Finalmente, após 13 anos de conteúdo, EverQuest se tornou gratuito para jogar: agora, basta criar uma conta e instalá-lo para se aventurar num mundo complexo e cheio de desafios.

No total, existem 16 classes e raças de personagens, mais de 500 regiões para explorar, 90 níveis de força, milhares de habilidades alternativas que personalizam seu herói e aproximadamente 50 mil itens para coletar. Além disso, EverQuest também possibilita que você contrate mercenários para ajudar em missões, as quais podem ser feitas sozinho ou em grupo.

Entretanto, embora você tenha acesso a todas as regiões e missões, há várias limitações para jogadores gratuitos: apenas quatro classes e raças liberadas, dois personagens por servidor, magias não saem do Rank 1, não há como usar itens de prestígio, há quatro espaços na mochila, máximo de dez missões ativas por vez, dois níveis de aprendiz para mercenários, entre outras restrições.

História

No início, o universo era apenas um vazio infinito. Um ser sem nome, de poder incrível e tamanho incomensurável, habitava o vácuo. Sem saber sua razão de ser, ele começou a explorar o cosmos, até encontrar as energias do Tempo e do Espaço.

Liberando-as, tudo ganhou forma, e o Sem Nome criou quatro deuses baseados nos elementos, os quais receberam a tarefa de dar forma ao caos e, posteriormente, de criar raças mortais e deuses de influências boa, má e neutra – isso permitiria ao Sem Nome experimentar fisicamente sua criação por meio deles.

Os novos deuses logo perceberam o planeta Norrath: cada um realizou uma alteração geológica no lugar e inseriu um povo diferente no mundo. Como eles vieram em sequência, surgiram intrigas e inveja entre os deuses, fazendo as raças lutarem entre si. Eventualmente, o povo dos eruditos descobriu a magia e tentou usá-la para conquistar novos territórios.

Combate

O conflito teve proporções enormes, pois criou um buraco gigante no meio do mundo, o qual o levava para suas entranhas. Preocupadas com os possíveis perigos que poderiam surgir, as raças entraram em trégua devido ao medo do desconhecido.

Raças

Os povos de Norrath são divididos conforme os deuses que louvam, sendo separados entre bons, maus e neutros. As raças boas são Barbarian, Dwarf, Halfling, High Elf e Wood Elf; as más são Dark Elf, Iksar, Ogre e Troll; as neutras são Drakkin, Erudite, Froglog, Gnome, Half Elf, Human e Vah Shir.

Na versão gratuita de EverQuest, você pode escolher apenas entre Human, Erudite, Barbarian e Gnome.

Com uma grande variedade de pensamentos e de religiões, os humanos tendem a se separar em grupos distintos. Eles apresentam boas relações com a maioria dos demais povos, exceto os maus. Com uma mente capaz de estudar qualquer assunto, um humano tem muitas opções de profissão.

Vindos de uma linhagem similar à dos humanos, os eruditos descendem do grande mago Erud. Com grande inteligência, eles só se dão ao trabalho de falar com quem tenha atingido um alto nível intelectual e seja capaz de usar magia. Eles se envolvem apenas com assuntos políticos que os afetem diretamente, preferindo passar o dia todo estudando ou contemplando a magia.

Combate

Os bárbaros vivem no norte e são a única raça “boa” gratuita no game. Com alto senso de justiça e de honra, eles odeiam os povos maus, embora não mantenham boas relações com nenhum outro, pois se consideram superiores.

Apesar de atingir apenas a altura dos joelhos de outras raças, os gnomos compensam os a desvantagem física com grande destreza e inteligência. Eles são cientistas natos e adoram criar novas parafernálias com sua tecnologia de última geração.

Classes

Existem quatro tipos de classes: Melee (combate físico), Priest (cura), Caster (magia destrutiva) e Hydrid (mistura das demais habilidades). Cada gênero conta com, pelo menos, três classes das opções a seguir: Berserker, Monk, Rogue, Warrior, Cleric, Druid, Shaman, Enchanter, Magician, Necromancer, Wizard, Bard, Beastlord, Paladin, Ranger e Shadowknight.

Contudo, apenas quatro estão liberadas na versão gratuita: Warrior, Cleric, Wizard e Rogue.

Treinando sua força e vitalidade em níveis sobre-humanos, o guerreiro é capaz de usar qualquer tipo de arma e de equipar as armaduras mais pesadas. Juntando isso com habilidades defensivas, ele é capaz de sobreviver às batalhas mais sangrentas, além de ajudar membros menos resistentes da equipe ao provocar os inimigos.

Combate

Ao louvar os deuses de Norrath, o curandeiro ganha poderes mágicos que usa para curar seus aliados. Capaz de usar armadura pesada e armas de impacto, ele é a peça-chave de qualquer batalha perigosa, pois é a classe com os maiores poderes de cura e habilidades de aumentar as defesas dos aliados.

Sempre buscando aumentar seu poder, o feiticeiro se dedica a aprender e a aperfeiçoar o uso de magias elementais e arcanas. Sua capacidade de causar grandes quantidades de dano em pouco tempo é absurda, porém isso vem a um custo: a necessidade de usar apenas roupas leves em combate, o que o torna muito frágil. A maior vantagem desta classe é a possibilidade de teletransportar seu grupo a várias regiões de Norrath.

Ladrões e assassinos por natureza, os ladinos se esgueiram pelas sombras, tentando sempre pegar seus inimigos desprevenidos ao usar armas envenenadas para causar ferimentos mortais. Além de detectar armadilhas, eles também conseguem abrir fechaduras facilmente, assim como roubar objetos preciosos dos bolsos de civis desavisados.

Combate

Comandos

  • Teclas W, A, S e D: movimentação;
  • Tecla X: movimento sorrateiro;
  • Barra de espaço: pulo;
  • Tecla H: inicia conversa com um personagem;
  • Teclas de 1 a 0: atalhos;
  • Clique esquerdo: seleciona um personagem (não há ataque automático);
  • Clique direito: movimentação da câmera;
  • Tecla F9: alterna entre vários tipos de câmera;
  • Alt + Q: exibe as missões atuais;
  • Ctrl + X: monta acampamento e sai do jogo.

Nossa Opinião sobre o EverQuest

Levando em consideração o tempo que EverQuest está no mercado, era de se esperar que “pequenos” problemas tivessem sido resolvidos ao longo dos seus 13 anos. Contudo, é fácil perceber que isso não aconteceu: seus gráficos apresentam as mesmas resoluções, texturas e todo o resto de quando o game foi lançado em 1999. Em outras palavras: ele é extremamente ultrapassado nos quesitos mais básicos.

Contudo, não podemos ignorar o enfoque do game: a história. Pelo menos no início do jogo, há um narrador contando alguns detalhes sobre os eventos que levaram seu personagem a ser preso por kobolds, bem como descrições elaboradas para as missões mais simples. Além disso, considerando seus 13 anos de evolução, a história de EverQuest promete ser uma das mais complexas já encontradas nos MMORPGs.

A interface do título é pouco amigável para jogadores acostumados aos jogos atuais: nela, muitas opções estão “escondidas”, exigindo que você use atalhos combinando letras com Ctrl e Alt ou digite um comando no chat do jogo – dentro dos diálogos dos NPCs, possíveis tópicos de conversa aparecem entre colchetes; digite o tempo destacado para avançar na conversa.

Ou seja, a jogabilidade de EverQuest se torna complicada devido à interface complexa, obrigando você a passar horas em frente ao computador até conseguir se acostumar a ela e aprender todas as possibilidades disponíveis.

Embora haja diversos atalhos para o uso de itens e habilidades, a resposta do jogo é demorada, mesmo durante os combates. Além disso, um exemplo do quão prático o game deixa de ser é o seguinte: usando o mouse, você apenas consegue selecionar um alvo, sem executar a ordem de ataque – para isso, é preciso ativar um comando na barra de atalhos.

A trilha sonora presente em EverQuest é boa e bastante intensa, passando a sensação de urgência inerente aos combates. Entretanto, há um problema: nenhuma música de fundo toca enquanto você está fora de uma batalha, e também não há sons de ambiente (apenas o barulho de seus passos). Dessa forma, juntando o excesso de leitura e o silêncio pesado, o game cria um cenário muito desconfortável e pouco convidativo.

Entretanto, apesar de todos os problemas, EverQuest ainda assim pode ser considerado muito interessante. Não apenas porque ele foi praticamente o primeiro MMORPG, no qual todos os que se seguiram foram baseados, mas também pelo fato de sua interface complexa desafiar o jogador a dominá-la: você não se sente bem até conseguir se adaptar à dinâmica do jogo, entendendo o uso de cada atalho e comando.

Prós & Contras

Prós

  • História bem elaborada
  • Muito conteúdo disponível
  • Possibilidade de contratar mercenários para ajudar em batalhas

Contras

  • Gráficos ultrapassados
  • Não há música de fundo fora dos combates
  • Interface complexa

Interesse ao longo do tempo

Compartilhe essa página

Avaliações sobre o EverQuest

+9 Avaliações
  • {{comentario.nome}} {{comentario.data}}
    {{comentario.nota}}
    Nota {{comentario.notaExtenso}}!
    Editar Avaliação