Logo Guitar Rage Ícone

Guitar Rage

Versão 2.5 Beta Grátis
45.29 MB
Funciona em: Windows
XP/Vista/7/8
Atualizado em : 20/09/2018 O Dig Games
Baixar Grátis Download Seguro
Verificado com Antivírus

O que estão falando…

+162 Avaliações
  • Foto de Anderson
    Anderson 15 de dezembro de 2009 - 14:13
    10
    Nota Excelente!
    Se seu PC não é dos melhores, a ponto de sustentar Guitar Hero ou Rock Band.... Guitar Rage é uma ótima alternativa....pois é leve, prático e vc ainda encontra muitas músicas para download ^^ Parabéns aos criadores
  • Foto de Izadora Abelha
    Izadora Abelha 1 de novembro de 2011 - 11:39
    2
    Nota Ruim!
    Fiquei baixando pra ler que não emite sons no seven intão pq disserem no topo da pagina que pega no seven? fail ai em gente quem souber um que pegue no seven mas que seja mais facil de mexer que o FOF me fala pq esse FOF mega light tbm tá uma titika de jogar.

Descrição

Igor Pankiewicz
Seus dedos vão fritar no teclado com este jogo gratuito que é extremamente fiel a Guitar Hero e Rock Band

Depois do sucesso dos games Guitar Hero e Rock Band e das suas versões modificadas para computador, tais como Frets on Fire e Guitar Zero, agora chegou a vez dos brasileiros dominarem os palcos com Guitar Rage, um remake em português para você se divertir ao som dos maiores clássicos da história do rock!

Como adicionar novas músicas

Jogar Guitar Rage exige músicas – óbvio. Caso você entre no local onde ele foi instalado, no entanto, perceberá que a pasta “Músicas” está vazia, ou seja, não há nada que você possa jogar! Para adicionar músicas nesta pasta, basta baixar os pacotes oferecidos no site do desenvolvedor, ou então, usar um programa de edição de notas para criar suas próprias músicas.

Em ambos os casos, dentro da pasta “Músicas”, crie uma nova pasta para organizá-las por categorias. Então, acesse-as e crie uma pasta para cada música que adicionar (exceto se você baixá-las pelo desenvolvedor, nesse caso basta criar a categoria e descompactar as pastas dentro dela). Contudo, não perca seu tempo se o seu Windows não for o XP: Guitar Rage não emite os sons nas versões posteriores.

Dentro da pasta de uma música é necessário haver pelo menos três arquivos, com os respectivos nomes: “song.mp3”, “song.ini” e “song.dat” (ou song.sng). O primeiro contém a música em si; o segundo, informações sobre o artista; e o terceiro, as notas a serem tocadas. Arquivos adicionais servem para filtrar os instrumentos, adicionando-os às opções de jogo.

Sem esses arquivos, somente a guitarra da música fica disponível. Para adicionar o baixo da música, basta colocar o arquivo “bass.dat” ou “bass.sng” na pasta. Já para a bateria, o arquivo se chama “drum.dat” ou “drum.sng” – essa extensão varia de acordo com o programa de edição usado para criar as notas.

Na guitarra ou na bateria

Todas as versões anteriores do game se baseavam em Guitar Hero para a interface. Contudo, agora para a Beta 2.4 foram utilizados elementos de Rock Band, outro jogo do gênero, também muito famoso, o que deixa tudo ainda mais bonito!

Mas a novidade não para por aí, pois os instrumentos adicionais (baixo e bateria) também estão disponíveis para que você tenha o dobro da diversão!

Guitar Rage - Imagem 1 do software

Apenas aquecendo

Para os novatos de plantão — que não querem passar vergonha ao tocarem suas músicas prediletas pelo teclado — há o modo de treino. Ele funciona exatamente como o normal, em que é possível selecionar as dificuldades e instrumentos, mas não o penaliza pelas suas falhas.

Dessa forma você pode errar à vontade antes de ir para a pancadaria de verdade e aperfeiçoar seus melhores licks de guitarra ou viradas na bateria.

Músicas para todos os gostos

O pacote de instalação traz três músicas. Na opção “Rock Band” estão "Welcome Home" (de Coheed e Cambria) e "Tom Sawyer", um dos maiores sucessos da banda Rush. Ambas podem ser tocadas em três versões de instrumentos.

Guitar Rage - Imagem 2 do software

Já a guia Guitar Hero conta com "Paranoid", talvez a música mais famosa de Black Sabbath, para entretê-lo. Infelizmente só está disponível a faixa para guitarra.

Mas a boa notícia é que Guitar Rage conta com seu próprio conversor de músicas. Você pode importar canções feitas para outros aplicativos, como o Frets on fire (arquivos FOF) ou o Guitar Zero, diretamente. Para isso, selecione o miniprograma “Conversor” na pasta principal e navegue até o arquivo a ser transformado.

Facilitando sua vida

Tradicionalmente você deve pressionar os botões correspondentes às cordas e outro para palhetá-las. Contudo, pensando nas pessoas que jogam pelos teclados, o desenvolvedor inseriu uma opção que requer apenas que você aperte os botões no momento certo.

Guitar Rage - Imagem 3 do software

Assim, Guitar Rage funciona exatamente como Guitar Hero jogado em um controle normal. Fica muito mais fácil e você ainda não corre o risco de ouvir se computador apitar por não reconhecer diversas teclas simultaneamente.

Configurações adicionais

Se algo nas configurações-padrão não lhe agradar, selecione “Configurador” na pasta descompactada. Por esta tela é possível reconfigurar os botões de bateria e guitarra, adicionar comandos para o controle de sua preferência (USB) e até mesmo desativar as animações do game, algo que pode resultar no ganho de desempenho.

Nossa Opinião sobre o Guitar Rage

Em meio a tantos clones e jogos estilo Guitar Hero, é ótimo sabermos que há potencial aqui mesmo no Brasil para o desenvolvimento de jogos de qualidade. Guitar Rage, mesmo sendo 2D (com desenhos para o fundo e para o braço da guitarra), faz um ótimo trabalho em capturar o estilo de Rock Band e Guitar Hero, utilizando planos de fundo e mostradores de pontuação e “Power” extremamente semelhantes.

Por recorrer à tecnologia gráfica mais simples, ele ainda roda na maioria dos computadores atuais sem pesar. A jogabilidade é excelente, sem forçá-lo a pressionar muitos botões simultaneamente e evitando o famoso apito do teclado. Em solos, com um pouco de treino, também é possível seguir nota por nota sem errar. Já a opção bateria é uma novidade para quem está acostumado apenas com o PC.

Outro ponto a ser considerado na escolha de Guitar Rage é o fato de ele possuir conversores embutidos, portanto importar centenas de músicas é tarefa fácil para qualquer um, só exige um pouco de tempo.

Como todo aplicativo em estágio Beta de desenvolvimento, infelizmente Guitar Rage também tem suas falhas. Em certas partes das músicas que o acompanham parece haver falta de sincronia entre as notas e o som, sem contar que algumas delas somem quando se aproximam da porção inferior da tela.

Falando em som, ele é cortado por completo quando você erra e é todo distorcido quando a alavanca (Whammy) é pressionada, o que quebra um pouco da graça (o som de baterias distorcido não é nem um pouco agradável).

Mesmo apesar destes pequenos contratempos, quem é fã do gênero vai adorar e aqueles que estiverem acostumados com Guitar Hero se sentirão em casa. Baixe e divirta-se por horas e horas!

Prós & Contras

Prós

  • Excelente jogabilidade
  • Idêntico ao Rock Band
  • Três músicas já no pacote
  • Conversores para FOF

Contras

  • Atraso entre som e imagem
  • Falhas no áudio
  • Bugs gráficos

Interesse ao longo do tempo

Compartilhe essa página

Avaliações sobre o Guitar Rage

+162 Avaliações
  • {{comentario.nome}} {{comentario.data}}
    {{comentario.nota}}
    Nota {{comentario.notaExtenso}}!
    Editar Avaliação