Logo Legend: Legacy of the Dragons Ícone

Legend: Legacy of the Dragons

Grátis
Funciona em: Web
Flash
Atualizado em : 07/12/2010 IT Territory
Acessar Acesso Grátis
Verificado com Antivírus

O que estão falando…

Já usou? Avalie! +0 Avaliações - Seja o primeiro a avaliar o produto!

Descrição

Luísa Barwinski
Trave batalhas sangrentas em um mundo dividido entre humanos e magmars neste MMORPG de muita ação e enigmas

Legend: Legacy of Dragons é um MMORPG de navegador que conta a história de um mundo em guerra. Duas raças – humanos e magmars – além de lutar pela soberania, possuem um poderoso inimigo em comum. Cabe a você, portanto, decidir a qual lado se juntar e acabar com esta guerra!

Para os jogadores que estão entrando agora, novidades interessantes podem ser encontradas nos cenários do jogo. São pequenos objetos, personagens e elementos que remetem ao Natal. Como as festividades estão chegando, o jogo preparou atualizações e itens especiais para comemorar a data. Mas é necessário ter atenção, pois algumas delas estão muito bem escondidas.

Salve o mundo e proteja sua raça!

Durante a criação de seu personagem é necessário escolher a qual raça ele pertencerá. Logo em seguida, você é direcionado para uma conversa com seu líder e, ao aceitar a missão proposta, uma batalha começa. Não se preocupe em perder, em lutas dessa magnitude dificilmente acontece de você receber qualquer dano.

Os  dragões

Nas lutas cada oponente possui seu turno de ataque. Em caso de usar ataques físicos, você pode escolher entre golpear a cabeça, o tronco ou as pernas do oponente. Há várias combinações possíveis de golpes, porém a cada nível avançado existe uma sequência específica que causa mais dano do que as demais.

Essa sequência é chamada “Super Blow” (Supergolpe) e é descoberta ao acaso – cada personagem possui uma diferente dos outros para um mesmo golpe. No centro do círculo ao lado dos golpes, dependendo da raça ou classe, você clica e muda as opções de ataques físicos para ataques mágicos. Ao selecionar o modo de defesa (à esquerda do círculo), seu personagem fecha a guarda: seus golpes ficam mais fracos, porém recebe menos dano.

Ataques

A barra lateral esquerda da tela geral serve para atribuir atalhos a certos itens.  As barras coloridas no canto superior esquerdo indicam a experiência acumulada (verde), a vida restante (vermelha) e os pontos de magia disponíveis (azul).

Ao lado se encontram as opções mais usadas durante o jogo. A primeira é “Backpack” (Mochila) e serve para mostrar os itens conquistados. Use as abas superiores (como “Character” e “Spell Book”) e interiores (“Effects” e “Itens”, por exemplo ) para encontrar os objetos desejados.

Clique uma vez sobre um monstro para ver informações e duas para atacá-lo. O número ao lado dele indica seu nível e um sinal de exclamação significa que outro jogador já está lutando contra ele (você pode ajudá-lo, mas a experiência adquirida será divida).

“Events” (Eventos) mostra a lista de eventos em andamento, com indicações sobre o local onde ele acontece e requisitos mínimos para a participação – bem como informações sobre premiações. Em “Fights” (Batalhas) você encontra a lista de lutas em andamento, para mais facilmente ajudar membros de sua equipe ou clã que estejam em dificuldades.

Mapa  de caça

Por fim, para navegar pelo mapa do jogo é preciso usar o mouse: mova-o pelo cenário até que algum personagem ou construção “acenda” e então clique sobre ele. Há um intervalo de 5 a 10 segundos entre cada mudança de mapa – não é possível fazer nada durante esse tempo.

Ao iniciar uma conversa com um NPC, você sabe que pode iniciar uma nova missão caso haja a opção “Continue” (Continuar) ao lado de algum dos itens da lista (muitos deles não possuem essa opção porque primeiro você precisa alcançar determinado nível para liberá-los). Ao final do relatório um resumo em vermelho aparece contando o que precisa ser feito.

História

O continente de Ogriy era habitado pela raça dos humanos, que se destacava da grande maioria dos habitantes do mundo de Faeo por sua inteligência superior. Eles sempre preferiram trabalhar duro e realizar pesquisas acadêmicas em vez de lutar, mas houve um momento em que foi necessário largar os livros e provar suas habilidades bélicas.

Isso aconteceu durante uma apresentação do sábio Fionius a um grupo de “Dark Elves” (Elfos negros) que haviam passado pelas muralhas da cidade portando armas e más intenções. Uma flecha envenenada trespassou o sábio e deu início a uma terrível luta. Muitos humanos morreram, mas os “Dark Elves” foram dizimados por não conhecerem quaisquer tipos de estratégias ou manobras militares.

Já no continente de Khair, no pé de um vulcão, nasceu a raça dos magmars. Uma lenda conta que eles teriam saído das profundezas desse vulcão e que em suas veias correria pura lava. Outra característica marcante dos margmars é sua grande proficiência física e tremenda força de vontade.

O líder dos magmars era o poderoso Andelvan. Ele possuía um poder diferente de qualquer outra raça, pois conhecia algo sobre o “Power of Fire Magic” (Poder da magia do fogo) graças ao “Fire Rod” (Cajado de fogo) herdado de sua avó. Contudo, os sábios humanos foram avisados sobre o fim do mundo e contratam o assassino Goh Zanar para matar o líder magmar.

Goh Zanar invade o quarto de Andelvan, levanta sua espada e o golpeia, perfurando seu coração e destruindo o objeto que ameaçava o mundo. Ao saber sobre a morte de seu líder, os magmars foram cegados pela raiva e saíram numa jornada sangrenta em busca de vingança.

Cenário

Nada ficou no caminho deles: raças como anões, elfos, orcs e halflings foram totalmente extintas. No fim, somente humanos e magmars sobreviveram em Faeo. A guerra, no entanto, continuou durante gerações e o motivo inicial para o confronto foi perdido na memória dos povos.

Dado o grande número de mortes, uma energia maligna ocupou o mundo e deu origem a três novos seres: zumbis, vampiros e esqueletos animados. Toda essa energia começou a tentar mergulhar o mundo no Caos primordial, resultando numa série de catástrofes naturais, como tornados, furacões, enchentes e erupções vulcânicas.

Quando parecia não haver mais salvação, eis que aparece Sheara, a Senhora dos Dragões. Ela foi para as ruínas e dirigiu as seguintes palavras ao povo: “Vocês cobriram o mundo com sangue e abalaram os fundamentos da Ordem. Por causa disso, a cada lua nova o mundo será ameaçado de destruição, pois os servos do Caos se reunirão e ganharão cada vez mais poder”.

Os  dragões

"Eu vim para ajudá-los e, para isso, usarei a energia de cada raça para criar dois dragões." O primeiro Grande Dragão era Erifarius e representava os humanos, enquanto o segundo Grande Dragão, Striagorn, os magmars. "Esses dragões são meus servos e ajudarão vocês a repelir os ataques dos servos do Caos."

“Na próxima lua nova ambos entrarão em combate e somente um sairá vitorioso. Então, o vencedor sugará a energia do outro para combater as forças do Caos. A cada lua nova isso se repetirá, enquanto vocês tiverem energia. Portanto, saibam que essa ajuda não durará para sempre e que o futuro de ambas as raças depende da destruição dos servos do Caos”.

Nossa Opinião sobre o Legend: Legacy of the Dragons

O Legend: Legacy of Dragons se difere dos demais jogos de navegador do gênero não só pela sua jogabilidade, mas também por sua história completamente envolvente e bem formulada. Nele, as batalhas possuem bastante ação e muita tática. Além disso, como em qualquer bom RPG, há sistema de níveis e também toneladas de missões a serem concluídas.

Algo muito interessante neste jogo é a grande dificuldade de aquisição de experiência e a diferença abismal entre personagens com apenas um nível de diferença. Por exemplo: são necessárias duas horas para alcançar o segundo nível e não é possível derrotar um monstro de nível dois, mesmo estando totalmente equipado e utilizando golpes especiais.

No entanto, apesar de Legend: Legacy of Dragons abranger os vários níveis esperados num MMORPG, há muitos aspectos que podem desagradar aos jogadores: ele é totalmente em inglês, às vezes o mapa simplesmente resolve não carregar (impedindo o jogador de lutar) e nem todos os personagens apresentam missões para os níveis iniciais – durante o primeiro nível somente missões que lembram um tutorial são dadas.

Os gráficos são simples e isso certamente afasta muitos interessados no jogo. Os sons e as músicas, por sua vez, existem somente durante as batalhas – ou seja, se você lutar pouco, ficará sem escutar nada durante muito tempo. Por fim, a jogabilidade é a esperada de um jogo de navegador quanto à resposta dos comandos; já ao considerar a posição das opções, pode-se considerá-las bem dispostas na tela (porém é preciso tempo pra decorar sua localização).

Prós & Contras

Prós

  • Registro simples
  • Interface prática
  • Boa disposição de opções

Contras

  • Jogabilidade fraca
  • Tempo de espera para locomoção
  • Gráficos ruins

Interesse ao longo do tempo

Compartilhe essa página

Avaliações sobre o Legend: Legacy of the Dragons

+9 Avaliações
  • {{comentario.nome}} {{comentario.data}}
    {{comentario.nota}}
    Nota {{comentario.notaExtenso}}!
    Editar Avaliação