Logo Requiem: Rise of the Reaver Ícone

Requiem: Rise of the Reaver

Grátis
3.63 GB
Funciona em: Windows
XP/Vista/7/8/8.1/10
Adicionado em : 12/03/2015 Gravity Interactive
Baixar Grátis Download Seguro
Verificado com Antivírus

O que estão falando…

+1 Avaliação
  • Foto de Eduardo Toebe Santiago
    Eduardo Toebe Santiago 23 de março de 2015 - 22:38
    8
    Nota Ótimo!
    Pros: Requiem é da empresa Gravity (mesma de RF Online e Ragnarok), ele possui um ambiente obscuro pós apocalíptico. a física do jogo é muito boa, permitindo que cada monstro morra de forma diferente dependendo ate mesmo da arma q vc usa. Os monstros são grotescos, as raças inovadoras, tem boas arenas de pvp e não é Pay to Win. Contras: Da ultima vez q joguei havia poucos players, já n bastando a atmosfera solitária de um mundo devastado, é difícil de upar, desbalanceamento da algumas classes. Conclusão: Joguei ele por um bom tempo, se com esse patch aumentou o numero de players vale a pena conferir.

Descrição

Rafael Farinaccio
Explore o mundo sombrio e mágico de Ethergia e enfrente criaturas bizarras e assustadoras

Requiem: Rise of the Reaver é um MMORPG assustador! Nele você controla um Temperion, uma forma aprimorada de uma das quatro raças que ainda sobrevivem na devastação de Ethergia.

História é o que não falta nesse jogo, e ela serve para explicar a situação em que se encontram as quatro raças ainda existentes nesse mundo nefasto.

As guerras começaram em tempos imemoriais, quando a raça chamada Nach tentou impor sua superioridade racial. Alianças foram feitas e desfeitas, raças traíram seus aliados e, no fim das contas, os Nachs foram derrotados.

Os Eonays, que permaneceram neutros durante as guerras, atingiram o ápice de seu desenvolvimento científico e mágico nesse período e deixaram o planeta, partindo para o espaço desconhecido.

Imagem do jogo

Entramos então na Era Medieval de Ethergia, quando uma nova configuração se deu entre as raças: o Império Xenon foi formado pela união das raças Xenoa, Turan e Bartuk. Porém, ao se apossarem do que sobrou da tecnologia Eonay deixada no planeta, os Xenoas tomaram o poder, subjugando os demais povos.

Com a ajuda da raça Kruxena, criada pelos Nachs na antiguidade a partir de uma mistura genética deles mesmos com os Bartuks, os povos oprimidos pelos Xenoas se uniram com força suficiente para finalmente ameaçá-los.

Imagem do jogo

O Projeto Thanatos

Combinando o antigo poder dos Nachs com a ciência dos Eonays, os Xenoas ativaram o Projeto Thanatos para se defenderem da aliança dos oprimidos. O resultado foi a destruição quase completa de Ethergia. O ecossistema foi dizimado, e os animais se tornaram bestas monstruosas.

A partir disso, um novo sistema político com base na religião reformou o Império Xenon na tentativa de reverter o mal causado pela ditadura anterior. Na era atual, os monstros mutantes continuam perambulando pelos ermos e é aí que entram os Temperions, criados pela organização Ioxenic, um grupo misterioso que até então se mostrou altruísta com o povo de Ethergia para enfrentar as ameaças mutantes. Porém, essa organização pode esconder por trás dessas ações intenções mais obscuras do que se pode imaginar.

Imagem do jogo

É o que acredita piamente Ilkes, outrora um dos cientistas mais importantes da organização Ioxenic, que fugiu com uma equipe pronta de Temperions e pretende usá-los para desmascarar a corrupção do grupo. Quais são os segredos mantidos pela Ioxenic? Seriam eles de fato uma ameaça para o bem de Ethergia? É isso que você deve descobrir em Requiem: Rise of the Reaver.

As raças de Ethergia

Estão disponíveis para o jogador quatro tipos diferentes de Temperions. Cada um deles faz parte de uma das raças: Turan, Bartuk, Kruxena e Xenoa. Você pode personalizar o gênero, a aparência do rosto e do cabelo de seu personagem em cada uma dessas raças.

Turan

É a raça representativa de Ethergia. Não possuem habilidades específicas e realizam combates harmonizados e equilibrados.

Como as outras raças, eles podem fazer parte de duas classes que se dividem posteriormente em mais duas cada: Defender, quando atacam com armas de uma mão e se defendem com um escudo, e Templar, quando usam magias de apoio e armas contundentes. A classe Defender se divide em Commander e Protector, e a classe Templar, em Tempest e Radiant.

Imagem do jogo

Bartuk

Os Bartuks têm como característica principal a força bruta. Enxergam a batalha sob uma visão maniqueísta: existem aliados e inimigos.

Podem seguir a classe Warrior, com ataques de alto dano com armas de duas mãos, ou a classe Shaman, usando armas de curto alcance e magia de fogo no combate. A classe Warrior se divide em Berseker e Warlord, e a classe Shaman, em Forsaker e Mystic.

Imagem do jogo

Kruxena

Essa é a antiga raça criada geneticamente pelos Nachs. Parentes dos Bartuks, são solitários, frios, brutais e possuem grandes habilidades físicas e espirituais.

Podem ser da classe Rogue, realizando ataques brutais e rápidos e demonstrando uma enorme habilidade para se ocultar, ou da classe Soul Hunter, que usa a magia para explorar fraquezas psicológicas dos inimigos. Eles são mais franzinos, mas podem utilizar a magia para enfraquecer os adversários. A classe Rogue se divide em ShadowRunner e Assassin, e a classe Soul Hunter, em Defiler e Dominator.

Imagem do jogo

Xenoa

São os responsáveis pelo Projeto Thanatos, que causou a destruição de Ethergia. Possuem pouca força física, mas enorme força espiritual e são muito sábios. Dominam a magia com habilidade.

Dividem-se nas classes Hunter, realizando ataques de longo alcance, e Battle Magician, usando magias fortíssimas e manipulando a natureza. Podem causar dano mágico e físico. A classe Hunter se divide em Avenger e Ranger, e a classe Battle Magician se divide em Elementalist e Druid.

Imagem do jogo

Partindo numa sombria aventura

O jogo começa em Kurt, e a partir de lá o jogador vai recebendo suas missões e se aventurando por Ethergia. Tome cuidado! É de noite que as criaturas mais terríveis e poderosas saem de suas tocas. Nunca vá para muito longe sozinho no meio da escuridão, pois é muito provável que você seja trucidado por algum ser mutante. O ideal é juntar uma party para conseguir enfrentar os desafios mais difíceis. Alguns deles inclusive só estão disponíveis para grupos.

O modo PvP permite batalhas campais memoráveis em arenas de combate. Você pode também fortificar suas armas por meio de itens mágicos nos Blacksmiths encontrados em diversos locais no mapa.

Imagem do jogo

Existe também um sistema de possessão, no qual seu personagem é possuído por um monstro específico, o que dá a ele mais força e habilidade para sobreviver a situações complicadas. Já a mecânica de alteração do DNA permite que você amplie certos aspectos de suas habilidades.

Todas essas opções servem para ajudá-lo nessa jornada por cidades medonhas, ermos repletos de monstros mutantes e inimigos implacáveis. Junte sua coragem e descubra as intenções da misteriosa organização que o criou.

Como baixar jogos no Steam?

Para jogar Requiem: Rise of the Reaver é preciso ter uma conta no Steam e o programa instalado. Para saber como realizar esses procedimentos, basta acessar o tutorial feito pela equipe do TecMundo.

Nossa Opinião sobre o Requiem: Rise of the Reaver

Um MMORPG complexo e instigante. Requiem: Rise of the Reaver promete ocupar horas e mais horas com seus mapas enormes e missões complexas. Seu ambiente assustador é convincente, com criaturas apavorantes saídas diretamente de algum pesadelo doentio.

Um mundo aterrorizante

O visual é pesado: quando massacramos um dos mutantes, seu corpo é despedaçado, e as partes que caem no chão ainda sofrem espasmos por alguns segundos. Os cenários também não decepcionam: os ambientes pós-apocalípticos remetem a uma distopia no estilo das ilustrações de Wayne Barlowe.

Na parte gráfica, Requiem faz o dever de casa. Claro, não é nada que se destaque muito nessa categoria de games, mas o que vemos é bem-feito e realista, tanto em personagens quanto em paisagens.

A movimentação é suave, o que colabora com a experiência do jogo. Apenas a sombra dos personagens apresentou bastante serrilhado, mas movimenta-se com realismo ao redor deles.

Sons infernais e outros modos de jogo

A música ambiental é sombria como deveria ser, com notas longas e fúnebres, criando um clima de tensão o tempo todo. Os efeitos sonoros, como o barulho das lutas ou os gritos dos monstros, são bem colocados e adicionam realismo à experiência.

O modo PvP é muito divertido, pois envolve uma porção de outros jogadores em arenas repletas de guerreiros sanguinários em batalhas épicas, tudo ambientado nesse mundo pós-apocalíptico. Os modos exclusivos, como a mecânica de DNA e o sistema de possessão, tornam o desafio ainda mais interessante e diferenciam Requiem de outros MMORPGs. É uma diversão a mais utilizar esses modos para dar mais poder ao seu personagem.

Prós & Contras

Prós

  • Modos de jogo exclusivos e criativos
  • História envolvente
  • Ambiente assustador

Contras

  • Não encontramos pontos negativos.

Interesse ao longo do tempo

Compartilhe essa página

Avaliações sobre o Requiem: Rise of the Reaver

+1 Avaliação
  • {{comentario.nome}} {{comentario.data}}
    {{comentario.nota}}
    Nota {{comentario.notaExtenso}}!
    Editar Avaliação