Logo The Escapists: The Walking Dead Ícone

The Escapists: The Walking Dead

Versão 1.0 Pago
Funciona em: Web
Atualizado em : 30/09/2015 Team17 Digital Ltd.
Acessar Acesso
Verificado com Antivírus

O que estão falando…

Já usou? Avalie! +0 Avaliações - Seja o primeiro a avaliar o produto!

Descrição

Equipe Baixaki
Proteja os vivos e fuja dos mortos! Vivencie a rotina dos sobreviventes de um apocalipse zumbi

The Escapists: The Walking Dead é o novo jogo da desenvolvedora Team17 que mistura o aclamado jogo indie de fuga de penitenciárias, o The Escapists, com o emocionante universo apocalíptico de The Walking Dead.

Na pele do protagonista Rick Grimes, sua missão é ajudar um grupo de sobreviventes a superar os desafios de cada cenário. A jogabilidade divide-se entre gerenciar as tarefas diárias do grupo e encarar hordas de zumbis em ataques surpresas.

Seguindo a mesma história do seriado e trazendo diversos elementos da HQ, o game traz cinco fases com cenários familiares: o hospital Harrison Memorial, a fazenda da família Greene, a prisão Meriwether, Woodbury e Alexandria.

The Escapists: The Walking Dead - Imagem 1 do software

Linha do tempo

Tudo começa quando Rick Grimes acorda na cama de um hospital. Depois de não receber uma resposta ao chamar a enfermeira, o protagonista decide levantar sozinho e procurar ajuda. Logo ele descobre que o edifício está vazio e algo terrível aconteceu.

Armários revirados, manchas de sangue e barricadas nas entradas começam a deixar o policial preocupado. De súbito ele tem um encontro com seu primeiro Walker. Depois de lutar por sua vida e fugir para a estrada, Rick encontra a fazenda da família Greene.

Agora, Rick vai precisar conviver com um grupo de sobreviventes em busca de suprimentos e armas para se defender dos zumbis. Entretanto, logo ele descobre que seu maior desafio será lidar com o psicológico das pessoas e com o medo que assola a todos.

The Escapists: The Walking Dead - Imagem 2 do software

Siga sua rotina

Por ser um policial com uma personalidade forte, Rick Grimes logo assume a liderança do grupo de sobreviventes. Agora, sua tarefa é manter todos na linha e garantir que todas as tarefas sejam cumpridas para que o grupo não passe por necessidades.

Seguir uma rotina de tarefas e manter a moral do seu grupo lá no alto é sua prioridade principal. No entanto, em seu tempo livre você pode explorar o cenário em busca de novos itens e pontos fracos que podem permitir a infiltração de visitantes indesejados.

Mantenha-se o tempo inteiro em alerta e faça questão de conhecer cada canto da fazenda. Só assim você poderá se manter um passo a frente com uma rota de fuga em alguma situação de emergência.

The Escapists: The Walking Dead - Imagem 3 do software

Convivendo com os mortos-vivos

Assim como no seriado, os mortos-vivos que vagam pelas ruas podem ser imprevisíveis. Por isso você precisa estar preparado para qualquer situação de perigo. É claro que tudo isso não pode ser feito sozinho, exigindo que você conte com a ajuda de outros personagens, como Glenn e Michonne.

O sistema de combate em The Escapists: The Walking Dead é bem parecido com o original The Escapists. No entanto, algumas novidades foram adicionadas, como o esquema de mira e disparo com armas de fogo. Além disso, o título conta com uma variedade maior de armas e a capacidade de usar o cenário a seu favor.

The Escapists: The Walking Dead - Imagem 4 do software

Improvisando com o sistema de crafting

O sistema de crafting em The Escapists: The Walking Dead é bem fácil de ser utilizado e conta com combinações bem legais. Por se tratar de um mundo apocalíptico, a improvisação é algo comum para a sobrevivência.

À medida que você explora este universo acaba descobrindo novas combinações para criar itens úteis para o jogador. Ao todo são mais de 200 objetos diferentes para combinar, além de apresentar mais de 70 ferramentas/armas para ajudar na sua sobrevivência.

Nossa Opinião sobre o The Escapists: The Walking Dead

Utilizando a jogabilidade do indie que conquistou uma legião de fãs e virou hit em canais de gameplay, a Team17 chega com uma ideia de misturar isso com o aclamado The Walking Dead. A receita do sucesso está criada, agora cabe ao jogo agradar tanto os fãs do gênero de fuga com aficionados pelo universo dos mortos-vivos.

Logo no início já podemos concluir que a desenvolvedora estudou muito bem todo o universo de The Walking Dead. Seguindo com fidelidade a linha do tempo e não alterando a história, o jogo consegue colocar o jogador na pele de um dos sobreviventes do apocalipse zumbi. E quem melhor que o xerife Rick Grimes para ser apresentado como o protagonista do game.

The Escapists: The Walking Dead faz o jogador entrar de cabeça neste mundo distópico dos mortos-vivos, obrigando o protagonista a encarar o papel de líder e ser responsável pela sobrevivência de um grupo de pessoas.

Um choque entre dois mundos

Os jogadores que já estão familiarizados com o original The Escapists vão levar um tapa na cara logo no início do jogo. Evitar confusão e seguir as regras não vão lhe salvar por aqui. Não adianta esconder as provas do crime ou ficar comportado, os zumbis não dão a mínima e vão atacar seu personagem sem dó.

Desse jeito, sua única saída será fugir ou encontrar uma arma para se defender. O problema é que capas de travesseiro e sabonetes não causam muito dano nos zumbis, o que obriga você a fugir mesmo.

Semelhanças e diferenças

Depois que o pior já tiver passado e você encontrar os outros sobreviventes, o jogo fica mais parecido com The Escapists. Obedecer ao relógio e seguir a rotina é essencial para manter as coisas estáveis.

As semelhanças são ainda maiores quando você está preso pelas cercas e muros do cenário, precisa realizar tarefas cotidianas e realizar trabalhos para o bem maior do grupo. Ainda sim, a parte de fugir também está presente, uma vez que qualquer coisa pode acontecer e você precisa de um plano de fuga.

Um indie de respeito

É difícil avaliar o visual do game, já que estamos falando de um jogo indie em pixel art. Porém, a riqueza de detalhes mostra claramente a atenção dos desenvolvedores ao criarem o jogo. As diversas fases do game são bem desafiantes e exigem bastante controle dos movimentos, além de um pouco de raciocínio e criatividade.

A jogabilidade é bastante simples e a movimentação acontece de maneira bem fluída. Esse é um dos pontos principais do jogo, visto que é preciso reflexo para sobreviver aos desafios. O game é embalado por uma trilha sonora épica e típica de jogos antigos, excelente para a proposta do jogo.

Prós & Contras

Prós

  • Fidelidade com o seriado e a HQ
  • Ensina o jogador iniciante
  • Tudo em português
  • Verdadeira rotina em um apocalipse zumbi

Contras

  • A quantidade de conteúdo pode afastar alguns jogadores casuais

Interesse ao longo do tempo

Compartilhe essa página

Avaliações sobre o The Escapists: The Walking Dead

  • {{comentario.nome}} {{comentario.data}}
    {{comentario.nota}}
    Nota {{comentario.notaExtenso}}!
    Editar Avaliação