Logo The Far Kingdoms: Age of Solitaire Ícone

The Far Kingdoms: Age of Solitaire

Grátis
126.95 MB
Funciona em: Windows
XP/Vista/7/8/8.1/10
Adicionado em : 10/09/2015 GameTop
Baixar Grátis Download Seguro
Verificado com Antivírus

O que estão falando…

Já usou? Avalie! +0 Avaliações - Seja o primeiro a avaliar o produto!

Descrição

Ana Nemes
Um divertido jogo de cartas que mistura o game Paciência com uma história medieval

The Far Kingdoms: Age of Solitaire é um jogo de cartas, mas é também muito mais do que isso! Neste game, você conta a história de um reino medieval através de partidas de Paciência e precisa juntar moedas e construir edificações para avançar.

A jogatina segue um modelo de Paciência alternativo, no qual os naipes não importam e você precisa tirar as cartas do tabuleiro usando apenas os números em ordem crescente ou decrescente.

No começo de The Far Kingdoms: Age of Solitaire, um tutorial mostra como construir o reino usando dinheiro ganho nas partidas e também como conseguir os melhores resultados nessa jogatina. Ele não tem uma sequência de fases, sendo que as partidas são geradas automaticamente de acordo com o grau de dificuldade que você consegue superar.

 The Far Kingdoms: Age of Solitaire - Imagem 1 do software

Ou seja, se você não conseguir completar um nível, pode tentar de novo até passar ou pode continuar a jogatina e ter que voltar para o começo dos turnos, com fases mais fáceis (e com menos prêmios, consequentemente) para praticar. Para saber em qual nível você está, basta ver no final da fase o primeiro número do sumário, que indica quantas partidas foram jogadas de forma seguida.

Conforme você junta dinheiro e consegue construir edificações mais poderosas, é preciso também encontrar artefatos e pedras preciosas no meio das cartas, para liberar poderes especiais que podem ajudar a passar os níveis mais complicados.

Nossa Opinião sobre o The Far Kingdoms: Age of Solitaire

The Far Kingdoms: Age of Solitaire é um joguinho casual de cartas no qual o objetivo principal é usar as jogatinas para construir um reino. Ele tem um sistema de avanço que faz com que qualquer pessoa possa jogar, independente do nível de habilidade. Além disso, esse passatempo dá várias chances para que você acerte o que precisa ser feito, sendo um game para jogar de forma despreocupada.

Isto é, se você não conseguir passar de uma fase, ele simplesmente volta do começo e o progresso do reino não é perdido. Não existe número de vidas e nem missões sociais, nas quais você precisa chamar outros jogadores para ajudar. Isso faz com que essa jogatina seja tranquila e viciante, sendo um ótimo passatempo para quem não quer correr o risco de ficar empacado em um nível.

Mesmo se você perder uma fase e tiver que voltar para o começo dos turnos, isso não é repetitivo, já que as partidas são geradas aleatoriamente e você pode se divertir por horas sem trombar com duas mesas iguais. E, por se tratar de um game de Paciência, nunca uma mão é igual a outra! A história é apenas um detalhe, já que a graça do game está mesmo nas cartas.

História medieval

Mesmo assim, é interessante notar a preocupação em construir uma narrativa contagiante e que leva o jogador para um mundo cheio de magia e castelos. Não é difícil construir os edifícios e existem sempre desafios novos depois que você consegue uma nova edificação — prepare-se para ter que encontrar pedras preciosas, pedaços de objetos sagrados e muito mais!

O que chama a atenção é que, mesmo que os turnos de dificuldade forem reiniciados, a narrativa permanece sempre igual, prosseguindo de forma linear. Dessa forma, é possível desbloquear poderes especiais que ajudam a passar dos níveis mais avançados, conseguindo cada vez mais turnos seguidos. 

Ou seja, apesar do foco dessa jogatina ser as partidas mesmo, é interessante ver como essas duas partes do game se completam. Além disso, este joguinho traz uma grande coleção de cenários medievais e animações com criaturas saidas diretamente dos contos de fadas!

O visual surpreende

É fácil gostar do visual de The Far Kingdoms: Age of Solitaire, já que tudo é muito bem feito. Ele tem um estilo medieval que não chega a inovar, mas acerta no que consegue fazer. Ou seja, os cenários trazem os mesmos elementos que você já está acostumado (castelos, artefatos mágicos, dragões etc), mas é tudo muito caprichado, com um traço bonito.

Os sons e a trilha sonora também seguem esse padrão já conhecido, mas não decepcionam. Se você preferir, pode desligar a música e deixar apenas os efeitos de clique e outros sons. O game abre em fullscreen, mas você pode rapidamente mudar isso, se preferir uma jogatina em janela. As configurações são fáceis de acessar, já que ele tem uma interface bem intuitiva; apesar de apenas em inglês.

Vale a pena?

Este é um game que pode ser jogado tanto por gamers casuais quanto por jogadores avançados de Paciência. Os turnos de dificuldade e os poderes especiais tornam essa uma jogatina divertida, despreocupada e que realmente entretém quem busca por um desafio sem amarras como sistema de vidas, missões sociais ou artigos pagos.

Prós & Contras

Prós

  • Visual muito bem feito
  • História medieval e construção de um reino
  • Jogatina viciante
  • Focado nas partidas de Paciência
  • Dificuldade gradual
  • Não tem sistema de vidas ou missões sociais
  • 100% gratuito

Contras

  • Apenas em inglês

Interesse ao longo do tempo

Compartilhe essa página

Avaliações sobre o The Far Kingdoms: Age of Solitaire

  • {{comentario.nome}} {{comentario.data}}
    {{comentario.nota}}
    Nota {{comentario.notaExtenso}}!
    Editar Avaliação