Logo Burnout? CRASH! Ícone

Burnout? CRASH!

Versão 1.0.3 Pago
142.58 MB
Funciona em: iPhone
iPhone/iPod Touch/iPad
Adicionado em : 30/05/2012 Electronic Arts
Baixar Download Seguro
Verificado com Antivírus

O que estão falando…

Já usou? Avalie! +0 Avaliações - Seja o primeiro a avaliar o produto!

Descrição

Carlos Eduardo Ferreira
Há apenas um desafio: causar o mais caos automobilístico possível

Burnout CRASH! é a versão para iOS do game de pura destruição automobilística lançado para o PlayStation 3 e para o Xbox 360 — representando a autonomia do modo “Crash” de títulos anteriores da série Burnout. Aqui a ideia é simplesmente avançar com o seu carro na direção de vários cruzamentos (embora apenas um esteja desbloqueado de início), a fim de causar o maior estrago possível.

De fato, o controle convencional do carro é possível apenas no início de cada fase — no restante do tempo, Burnout CRASH! é controlado através de detonações sucessivas do seu veículo. Embora o desafio geral aqui seja apenas um, há vários modos de jogo distintos. Em “Rush Hour”, você precisará destruir o maior número possível de veículos e residências durante um tempo limite (90 segundos).

Burnout? CRASH! - Imagem 1 do software

Já em “Pile Up”, você angariar o maior número possível de pontos em um número limite de veículos. Por fim, “Road Block” traz o desafio de simplesmente bloquear o cruzamento, sem deixar nenhum carro escapar. Burnout CRASH! traz ainda vários veículos especiais, incluindo carros pizzarias (que conferem uma roleta com prêmios variados), ambulância (para aumentar as chances em “Road Block”) e carros de polícia (mais possibilidade de destruição).

Atenção: para jogar Burnout? CRASH! você precisa ter uma conta na App Store dos Estados Unidos. Para saber como criar a sua, leia este artigo.

Nossa Opinião sobre o Burnout? CRASH!

Para quem não conhece, Burnout CRASH! representa a emancipação do clássico “Crash Mode”, disponível em alguns jogos da série Burnout. Na verdade, não se trata de um jogo original do iOS, já que PlayStation 3 e Xbox 360 foram os primeiros a ganhar a dose maciça de caos automobilístico de Burnout CRASH! Aliás, esse é exatamente o seu único objetivo aqui: provocar acidentes de carros de proporções apocalípticas. O que pode ser bem divertido.

A propósito, o seu “cenário” de jogo aqui se limita a exatamente isso: intersecções entre ruas. Você partirá com o seu minúsculo carrinho, com uma jogabilidade que se limita a controlar a direção tocando em um ponto da superfície sensível ao toque do seu gadget — nem sequer é necessário acelerar. Basta chegar inteiro ao único cruzamento da fase... Para em seguida arremessar o veículo contra a primeira coisa que cruzar pelo seu caminho.

O saldo é calculado de forma bastante simples: quanto mais elementos de cenário forem mandados pelos ares — incluindo não apenas carros, mas também construções —, maior será a sua pontuação. Lembra Carmageddon? Talvez. Mas os gráficos engraçadinhos e a completa ausência de pedestres devem ser suficientes para deixar a censura tranquila. Ademais, vamos aos detalhes.

Então o negócio é simplesmente explodir tudo o que for possível? Exatamente. Mas isso não é tão fácil quanto pode parecer a princípio. Basicamente, caso você queira realmente alcançar pontuações dignas de um bom motorista descerebrado, é bom elaborar alguma estratégia antes de sair com a sua lustrosa picape explosiva pelos cruzamentos.

Até porque, embora o desafio geral aqui seja apenas um, há vários modos de jogo distintos. Em “Rush Hour”, você precisará destruir o maior número possível de veículos e residências durante um tempo limite (90 segundos). Já em “Pile Up”, você angariar o maior número possível de pontos em um número limite de veículos. Por fim, “Road Block” traz o desafio de simplesmente bloquear o cruzamento, sem deixar nenhum carro escapar — talvez o mais divertido, vale dizer.

Assim como no game para Xbox 360 e PlayStation 3, afora a sua péssima habilidade no volante, há também alguns elementos aleatórios que compõem a jogabilidade singular de Burnout CRASH! Por exemplo, há os “Bons Policiais”, que, ao contrário do que pode parecer, aparecem aqui para ajudá-lo, conforme bloqueiam uma das entradas do cruzamento, diminuindo o fluxo de veículos.

Existe também a ambulância, o único veículo que deve ser evitado durante a sua chacina automobilística — já que diminui o saldo negativo de carros que escapam à destruição do cruzamento. Por fim, há ainda o caos completo causado por furacões, tempestades e até mesmo aviões que pousam em plena avenida, causando a completa destruição do cenário... E angariando mais alguns pontinhos.

Entretanto, se existe algo capaz de interromper aquele seu momento de sadismo controlado em Burnout CRASH!, esse algo é a narração do game. Embora às vezes traga algumas piadas bem colocadas, a voz jovial do narrador — disparando constantemente coisas como “cool!” — acaba realmente cansando após pouco tempo. Enfim, totalmente desnecessário, e absolutamente discrepante em relação ao clima geral do jogo. Trata-se, provavelmente, do único elemento capaz de espantar audiências mais maduras.

Ademais, trata-se do mesmo desafio despretensioso que deu as caras nos consoles caseiros — com algumas pequenas alterações nos modos de jogo. De fato, mesmo os gráficos são muito parecidos — bastante simples, quase cartunescos. Entretanto, é inegável: as telas sensíveis ao toque caíram feito uma luva aqui, mostrando mais precisão que os direcionais analógicos do PS3 e do Xbox 360. Enfim, nada como mandar tudo pelos ares para tirar o stress, certo?

Prós & Contras

Prós

  • Insanamente divertido
  • Explosões apoteóticas
  • Vários modos de jogo

Contras

  • O narrador acaba cansando após algum tempo

Interesse ao longo do tempo

Compartilhe essa página

Avaliações sobre o Burnout? CRASH!

  • {{comentario.nome}} {{comentario.data}}
    {{comentario.nota}}
    Nota {{comentario.notaExtenso}}!
    Editar Avaliação