*

Logo Minecraft: Story Mode ícone

Minecraft: Story Mode

  • Em Português
  • Gratuito para testar
  • 701,44 MB
  • Para iPhone/iPod Touch/iPad
  • Atualizado em 26/9/2017
  • Telltale Games
  • Baixar
    Gratuito para testar

Ajude um grupo de heróis a acabar com o mal no mundo de Minecraft em uma aventura oficial

Por Paulo Guilherme
Publicidade

Minecraft: Story Mode traz o universo do aclamado game da Mojang ao igualmente famoso gênero de histórias criado pela Telltale Games. Assim, no lugar de dar foco à construção e à exploração livre do cenário, a aventura apresenta uma estrutura linear, com uma história própria e muitos mistérios – tudo ambientado no mundo cúbico da série, é claro.

Na trama, você tem a chance de encarnar Jesse, um entre tantos personagens quaisquer no universo de Minecraft. Isso até que ele e seus amigos acabam se envolvendo em uma jornada para salvar o mundo, quando um misterioso vilão cria uma versão superpoderosa de um dos maiores monstros do game que ameaça devorar aquelas terras.

Os únicos que podem salvar aquele mundo da destruição, por sua vez, são os lendários heróis da Ordem da Pedra. Uma vez que seu grupo é o único que possui a relíquia mágica que leva ao paradeiro dos heróis, resta a você viajar pelos quatro cantos daquela terra em busca de todos eles.

Sobre escolhas e reações

Uma vez que estamos falando de um título da Telltale, quem já jogou algo da empresa sabe bem o que esperar. Cenas de corte estão presentes a todo o tempo, e questões são feitas constantemente a Jesse; fica a cargo do jogador, é claro, decidir como reagir à situação – e lidar com o resultado de sua resposta.

Pode parecer simples, mas acredite: fazer essas escolhas não é nada fácil em Minecraft: Story Mode. Isso porque elas, além de darem caminhos bem diferentes para a trama, também mudam como seus amigos vão confiar em seu personagem, podendo chegar ao ponto de que alguns deles vão deixar de seguir jornada com você.

Agora, imagine como é tentar agradar o brutamonte Axel, que adora quebrar e roubar coisas, a engenheira Olivia, que prefere achar soluções complexas para tudo, a guerreira Petra, que sempre escolhe à espada para resolver problemas... E não vamos esquecer, é claro, de Lukas, o exímio construtor que tem medo da própria sombra. Com isso, você deve imaginar o desafio.

Um toque de ação e aventura

Entre tudo isso, você vai encontrar vários momentos de ação e construção, normalmente trazidos na forma de Quick Time Events, além de combates simplificados contra zumbis, aranhas e outros inimigos. Puzzles, é claro, também dão as caras aqui e ali, para fazê-lo colocar a cabeça para trabalhar, bem como elementos do sistema de crafting para a criação de equipamentos e armas.

Vale notar, por fim, que Minecraft: Story Mode é um jogo lançado de maneira episódica (assim como ocorre com outros títulos da Telltale Games), com novos capítulos chegando periodicamente, em um total de cinco episódios.




Nossa Opinião sobre Minecraft: Story Mode

Nossa Opinião Acima você conferiu uma descrição completa sobre o Minecraft: Story Mode e suas funcionalidades, saiba agora o que achamos dele

Minecraft: Story Mode poderia muito bem ser resumido como um desenho para crianças. Isso porque uma série de elementos interessantes estão presentes no game, mas pouco dele é realmente aproveitado ou explorado. Se isso é uma proposta totalmente ruim? Nem de longe. Mas isso implicou em uma série de escolhas complicadas por parte da empresa.

Para começar, Story Mode traz uma história um tanto clichê, para dizer o mínimo. Não ajuda em nada a Telltale Games ter errado no ritmo em que apresenta a trama para o público, simplesmente jogando você no meio de tudo, no lugar de criar uma ambientação ou definir as relações entre personagens.

Esses pontos, apesar de um pouco irritantes, acabam sendo “corrigidos” mais para a frente na aventura, felizmente. É então que a brincadeira acaba se tornando bem mais interessante, aliás, já que a Telltale fez um bom trabalho em criar personagens bastante carismáticos.

Mesmo assim, muita coisa parece simplesmente não fazer sentido até o fim do que já foi apresentado pela empresa. Então boa sorte tentando compreender por que, do nada, todos os personagens querem tanto salvar Petra (ainda mais do que um dos grandes heróis daquele mundo) ou de onde surgiu tamanha inimizade entre todos e Lukas, quando o pobre coitado parece tão simpático desde o início.

Tudo por algumas risadas

Em compensação por tudo isso, o Minecraft: Story Mode ganha uma boa quantidade de pontos por seu humor. Embora raramente traga algo digno de mais do que alguns risos pequenos, quem é viciado no game original da Mojang definitivamente vai se divertir ao ver os estereótipos de guerreiro, construtor, engenheiro e griefer (pense em “HuehueBR”, para quem desconhece o termo) apresentados pela Telltale, por exemplo.

De fato, ao jogar o primeiro e único capítulo disponibilizado pela empresa do começo ao fim, fica bem claro que o game tem esse objetivo. Não se trata de trazer uma jornada épica ou profunda e obscura, como em outros de seus títulos, mas de uma trama divertida o suficiente para agradar jovens e adultos – mesmo que ao preço de não ser perfeito para os dois lados.

Mais fiel do que o original

Todos esses fatores, no entanto, provavelmente vão passar despercebidos pelo público em geral, ao menos de início. Afinal, praticamente todos os gamers vão estar boquiabertos com o visual de Story Mode.

Dizer que o mundo de Minecraft feito pela Telltale Games é fiel ainda é pouco. A empresa conseguiu não apenas reproduzir cada bloco do game com uma precisão absurda de texturas e modelos, mas também trazer um sistema de iluminação que faz o visual do Minecraft original parecer uma grande piada.

Para completar, o trabalho da empresa em criar expressões para personagens com corpos e rostos pixelados é impressionante. Chega ao nível de você sempre entender (da maneira mais caricata possível) o que cada um dos protagonistas está pensando com um simples movimento daqueles retângulos coloridos que eles chamam de sobrancelhas.

Aqui fica apenas uma pergunta, no entanto: por que diabos a Telltale achou uma boa ideia colocar uma maldita moldura em volta da tela em todas as cenas de corte do jogo?! Esse elemento, uma das poucas diferenças entre as versões para consoles e mobile de Minecraft: Story Mode, é um dos pontos mais irritantes de toda a experiência. De fato, espere jogar do começo ao fim desejando que houvesse uma opção para tirá-la dali.

Um game Telltale com cara de Minecraft

Apesar do menor foco em uma trama obscura, The Order of the Stone tem elementos de sobra para que você perceba facilmente que se trata de um game com o selo Telltale. Isso também quer dizer que o melhor (e o pior) oferecido pela empresa está aqui.

A movimentação pelo cenário, por exemplo, pode se mostrar especialmente irritante, já que você vai ocasionalmente “agarrar” em algum canto ou em um espaço de plataforma que está quebrado. Por sorte, isso nunca acontece em momentos cruciais, já que cenas de corte e Quick Time Events tomam lugar nessas horas.

Por falar nos comandos de reação, esses são uma adição agradável na tela de seu smartphone ou tablet. Em comparação à versão de consoles, dessa vez, a diferença é grande, positivamente, já que você só precisa fazer pequenos gestos em qualquer da tela; mesmo quem for pego de surpresa não precisa se preocupar em apertar o botão errado em um QTE.

Mas o melhor ainda fica para as vezes em que o game traz elementos de jogabilidade do próprio Minecraft. É o caso do sistema de crafting ou quando os personagens constroem estruturas: nessas horas, Minecraft: Story Mode aposta em uma sequência de lapso de tempo que segue com a ajuda de Quick Time Events. O resultado são cenas muito bacanas, que só decepcionam por não acontecerem com tanta frequência.

“Ah, não! Mais um combate?”

Dito isso, um único momento se mostrou realmente irritante durante a experiência: o combate. Basicamente, o modo como você enfrenta os inimigos, clicando neles quando estão na distância certa, não é nada confortável para uma batalha, principalmente por causa da câmera imprecisa.

Como se isso já não fosse frustrante o suficiente, Minecraft: Story Mode ainda traz um número considerável de combates, o que quer dizer que essa situação irritante vai acontecer uma boa quantidade de vezes.

Uma obra inacabada, mas cheia de potencial

É claro que, no fim das contas, fica difícil definir se o game é realmente tão bom como promete, já que estamos falando apenas de uma pequena parte de uma história bem maior. Também não há como negar que ele tem falhas – e das grandes – que prejudicam momentos que poderiam ser incríveis na história.

Mesmo assim, o game tem muito para divertir o público que está em busca de conhecer sobre o universo de Minecraft, apresentando muito da série com qualidade impar. E, é claro, fãs da obra-prima da Mojang vão adorar conhecer tudo o que Minecraft: Story Mode tem a oferecer.

ImportantePrós
  • Visuais estonteantes
  • Comandos pela tela funcionam com perfeição
  • História divertida e bem-humorada
  • Personagens representam, de maneira caricata, os estereótipos gamers
ImportanteContras
  • Combates são incrivelmente irritantes
  • História demora um tempo para acertar o ritmo
  • Personagem pode "travar" ao navegar pelo cenário

Comentários (0)

Nenhuma pessoa comentou este programa, gostaria de ser o primeiro?

Requerimentos

  • Necessário ter o iTunes instalado para poder baixar aplicativos para o iPhone.
Publicidade


Shopping Baixaki