Logo Apache Ícone

Apache

Versão 2.4.12 Grátis
6.25 MB
Funciona em: Linux
Console
Atualizado em : 05/02/2015 The Apache Software Foundation
Baixar Grátis Download Seguro
Verificado com Antivírus

O que estão falando…

Já usou? Avalie! +0 Avaliações - Seja o primeiro a avaliar o produto!

Descrição

Gabriel Gugik
Hospede suas páginas na Internet através deste ótimo servidor http

O Apache, conhecido também como “Apache HTTP Server”, é um servidor HTTP, possuindo a função de hospedar páginas em redes como a Internet através da World Wide Web (rede de alcance mundial).

Servidor HTTP

Antes de discutir sobre todas as funcionalidades do Apache, é necessário explicar alguns conceitos importantes sobre o funcionamento de um servidor HTTP.

Basicamente, o HTTP (Hipertext Transfer Protocol) é um protocolo que trabalha na camada de aplicação do Modelo ISO/OSI, sendo responsável por oferecer suporte a comunicações do tipo cliente-servidor. Através dele, páginas desenvolvidas no sistema World Wide Web (WWW) podem ser exibidas no computador do usuário que está acessando o servidor.

Através do WWW, páginas desenvolvidas em diversas linguagens, como PHP e HTML, assim como imagens, podem ser exibidas ao usuário através de um navegador. Logo, um servidor HTTP tem a função de concentrar diversas páginas em algum local público, tornando possível o acesso a clientes que desejam tais informações. Normalmente tais páginas podem ser acessadas através de navegadores — na Internet ou rede Intranet — dependendo de suas configurações.

Recursos do Apache

Sendo um servidor HTTP de alto desempenho, o Apache possui diversas funcionalidades interessantes, auxiliando seus usuários em diversas tarefas.

A principal função dele é dar suporte às diversas linguagens de programação existentes para web, como PHP e ASP, oferecendo módulos que facilitam todo o processo de integração. Por sua vez, estas linguagens também oferecem suporte aos bancos de dados mais conhecidos atualmente, como o MySQL.

Portanto, a partir do Apache, é possível montar um servidor HTTP com todos os recursos necessários para integrar ótimas linguagens de programação e bancos de dados.

O Líder de Mercado 

Atualmente, o Apache é o servidor HTTP padrão para os sistemas, rodando sobre a plataforma Linux. Isso se deve a vários motivos, principalmente ao fato deste servidor ser bastante confiável e livre.

Sem sombra de dúvidas, o Apache é um dos líderes neste seguimento. Antes de uma nova versão ser lançada, ela é testada como bastante afinco, sendo todas as vulnerabilidades resolvidas antes que algum cracker (hacker) mal-intencionado as descubra.

O fato do Apache possuir licença GPL também contribui bastante para a sua grande difusão na comunidade Linux, mantendo a filosofia do código aberto. Além do que não existem muitos outros servidores atualmente que sejam livres e possuam toda a funcionalidade do Apache.

Procedimentos de Instalação

A instalação deste aplicativo para a distribuição Ubuntu e suas derivadas, que possuem o instalador de pacotes GDebi, é muito simples. Para isso, é necessário baixar e dar um duplo-clique neste pacote para a instalação ser efetuada. Já para as demais distribuições, existe a opção de converter o pacote através do programa Alien ou compilar seu código-fonte.

Existe também um pacote DEB para a distribuição Debian, porém a versão do Apache contida neste arquivo é muito antiga. Tal medida é adotada pelo fato dos pacotes serem exaustivamente testados nesta distribuição, antes de serem lançados. Portanto, não houve tempo o suficiente para incluir o Apache 2 no Debian “Etch”. O programa também possui um pacote para distribuições que suportam o formato RPM.

Para verificar se o Apache foi instalado com sucesso em sua máquina, abra o navegador de sua preferência e digite o seguinte endereço web: “https://localhost”(sem as aspas). Caso seja exibida uma estrutura de pastas ou a frase “It Works”, a instalação foi bem-sucedida.

Configuração do Apache

Tornando as suas páginas visíveis na internet

Após a instalação na sua máquina, a princípio o Apache está somente configurado para funcionar localmente. Isso significa que você pode colocar diversas páginas hospedadas no Apache, mas que não podem ser acessadas através de outros computadores.

O principal motivo de não ser possível o acesso remoto automático imediatamente após a instalação é o fato do endereço IP ser configurado por padrão. Como o Apache ainda não sabe qual o endereço será utilizado, ele atribui o endereço de lookback: 127.0.1.1, que pode ser acessado somente pelo próprio computador.

Para tornar suas páginas HTML visíveis na Internet, o primeiro passo é obter um IP fixo e válido. Caso sua conexão seja banda larga e sua máquina esteja conectada diretamente com o modem, você pode especificar o seu próprio IP de acesso à Internet para ser o endereço padrão do Apache. 

Entretanto, em uma rede local onde o endereço IP de todas as máquinas é o mesmo, e o Apache não está instalado na máquina que funciona como roteador, existe a necessidade de redirecionar as mensagens para o computador onde o servidor web foi instalado. No caso, é possível definir que as mensagens que chegam pelo modem através de uma porta específica sejam automaticamente redirecionadas para a máquina que contenha o Apache.

Para o acesso ao protocolo HTTP da camada de aplicação (utilizado para interpretar as páginas web) é necessário abrir a sua porta correspondente no modem — no caso, 80. Alguns provedores de serviços mantêm grande parte das portas fechadas por padrão, portanto, caso ocorra alguma dificuldade na abertura de alguma porta, a sua operadora deverá ser contatada.

Ao finalizar o processo, não se esqueça de registrar o seu computador em um servidor de DNS da internet. Um dos principais e mais conhecido serviços gratuitos podem ser acessados nestes endereços: https://www.dyndns.com/ e https://www.no-ip.com/

Local onde colocar as páginas web

Após ser instalado, o Apache inicialmente estará configurado para hospedar as páginas no seguinte diretório: “/var/www/”. Ou seja, cada nova página criada deve estar necessariamente nesta pasta, sob pena do arquivo não ser visível pelo Apache.

O diretório padrão das páginas do Apache necessita de privilégios administrativos para sua alteração. Por isso, a princípio, só os administradores do sistema podem criar páginas web.

Entretanto, o ideal seria se vários usuários pudessem escrever na área do Apache, e felizmente é possível. Nos sistemas Linux, existe a possibilidade de se criar grupos de usuários com permissões de acesso comuns em determinados diretórios pelo uso dos comandos “addgroup” e “adduser”. Para mais informações sobre seus funcionamentos, consulte o manual destes comandos.

Outra alternativa seria modificar o diretório padrão para outro qualquer. Porém, esta operação deve ser feita com bastante cuidado, garantindo que todas as variáveis ligadas a este caminho também tenham seus valores modificados.

Prós & Contras

Prós

  • Não encontramos pontos positivos.

Contras

  • Não encontramos pontos negativos.

Interesse ao longo do tempo

Compartilhe essa página

Avaliações sobre o Apache

  • {{comentario.nome}} {{comentario.data}}
    {{comentario.nota}}
    Nota {{comentario.notaExtenso}}!
    Editar Avaliação