Logo Mozilla Firefox Aurora Ícone

Mozilla Firefox Aurora

Versão 41.0 Alpha 2 Grátis
52.44 MB
Funciona em: Linux
X11
Atualizado em : 03/07/2015 Mozilla Labs
Baixar Grátis Download Seguro
Verificado com Antivírus

O que estão falando…

+0 Avaliações - Seja o primeiro a avaliar o produto!

Descrição

Rodrigo Prada
A nova Raposa de Fogo surge no horizonte com muita velocidade e mantendo o desempenho estabelecido nas versões anteriores

Se o Mozilla Firefox foi atualizado, isso significa que novas versões continuam a caminho. O Mozilla Firefox Aurora traz algumas melhorias visuais e pouca coisa realmente perceptível a uma simples navegação.

Vale lembrar que este programa está em fase de testes, ou seja, ele ainda está vulnerável e sujeito a falhas de segurança e também a problemas com travas e bugs, que sempre são corrigidos para o lançamento da versão final.

Retoques na segurança e na navegação, bem como aprimoramentos no consumo de memória, são os primeiros destaques. Mas é claro que, até o lançamento da versão final, mais novidades serão adicionadas.

Barra ainda mais impressionante

Para a nova versão, o Firefox Aurora traz uma modificação no seu campo de endereço, a chamada “Barra Impressionante”. Agora, conforme você digita, além de autocompletar o endereço em questão (o que já está presente na versão 16), o navegador dá um toque visual diferente, com um marcador em cor azul.

Mozilla Firefox Aurora 17

Complementos mais seguros

Outra novidade a caminho é a segurança. O Firefox já foi muito criticado por brechas deixadas por add-ons instalados, o que causa alguns transtornos. Pois o cerco sobre este tipo de problema está cada vez maior, com os desenvolvedores trabalhando firme para oferecer um browser bonito, rápido e cada vez mais seguro.

Veja a estrutura de uma página

O Aurora possibilita que você veja uma espécie de estrutura em três dimensões de uma página da internet. Essa função foi lançada anteriormente por meio de um complemento chamado “Tilt” e requer compatibilidade do computador com o WebGL para o funcionamento. A ferramenta é integrada à Inspeção de Página do navegador.

Para ativar essa visualização alternativa, clique com o botão direito do mouse e escolha “Inspecionar elemento”. Em seguida, observe que há uma barra de ferramentas na parte inferior do browser. Nela, clique no botão “3D”. Uma vez ativada, a “inspeção” pode ser controlada pelo mouse, por meio de “clicar e arrastar”, ou por atalhos de teclado.

Mozilla Firefox Aurora - Imagem 2 do software

Não há limite do que pode ser feito: girar, virar, trocar a orientação, mostrar a página pelo “avesso”, somente as bordas – enfim, é possível movê-la de várias maneiras. Para voltar à forma “normal”, basta clicar novamente no botão “3D” ou sair do Modo de Inspeção.

Editor de estilos

Na versão 10 do Aurora, foi lançado o Inspetor de Estilos (“Style Inspector”), que permitia a visualização das regras e propriedades do CSS aplicado em uma página. Agora, o navegador também conta com um editor, para que você possa além de verificar as características de um elemento, testar alterações em tempo real.

Ao abri-lo, uma nova janela permite visualizar uma listagem completa dos estilos aplicados, além de disponibilizar o editor propriamente dito. Além de disponibilizar uma série de ferramentas, a interface é semelhante a outros aplicativos para a função existentes no mercado, o que deixa o uso de suas funções bem simples.

Mozilla Firefox Aurora - Imagem 3 do software

À medida que você altera um elemento, a mudança pode ser vista na página. Quando tudo estiver da maneira desejada, você pode salvar o arquivo com as alterações em seu computador para posterior aplicação.

Suporte a novos padrões

O novo Aurora também conta com suporte ao SPDY, que é um protocolo desenvolvido pela Google para posteriormente substituir o HTTP. Embora ainda existam poucas aplicações que trabalhem com o SPDY, ele possui alguns benefícios de uso quando comparado ao HTTP, como carregamento mais rápido de páginas, conexões rodando em SSL, entre outras.

Como padrão, essa função está desativada. Para habilitá-la, digite “about:config” na barra de endereços do navegador e confirme o aviso de segurança. Em seguida, digite “spd” no campo de busca e localize a chave “network.http.spdy.enabled” nos resultados. Então, selecione a entrada e dê um clique duplo do mouse para que o valor passe de “False” para “True”.

Mozilla Firefox Aurora - Imagem 4 do software

Alterações mantidas

Se você decidiu pular os testes com as outras versões do Firefox Aurora, ou começou a utilizá-lo agora, deve conhecer alguns recursos — já apresentados — que poderão lhe ajudar no cotidiano.

Cadê o botão?

Embora o visual do Aurora esteja praticamente inalterado, uma das primeira modificações facilmente notadas está na aparência. Agora, o botão de “Avançar” do navegador permanece oculto até que você tenha algum conteúdo para a “próxima página”. Ou seja, enquanto você não voltar para o site anterior, ele não aparece.

Mozilla Firefox Aurora - Imagem 5 do software

Ainda que altere um pouco o visual do navegador, esse recurso não traz uma alteração vital, se tratando mais de uma modificação estética. Além disso, essa é uma mudança que ocorreu apenas na versão do browser para o Windows.

CSS, HTML5, WebGL

Entre as mudanças nessa versão do Aurora, houve algumas que são menos perceptíveis. Agora, o navegador adotou o recurso de anti-aliasing para o WebGL, buscando, com isso, melhorar ainda mais o desempenho da ferramenta no que diz respeito ao refinamento dos recursos gráficos exibidos na tela.

O Aurora também passou a contar com uma ferramenta para a inspeção de estilos de CSS. Ele também possui integração com a API para desenvolver aplicações web em tela cheia e suporte para CSS3 3D. Você pode, ainda, obter estatísticas dos vídeos assistidos em HTML5. Isso pode ser feito por meio de um clique com o botão direito do mouse, escolhendo a opção “Show Statistics”.

Mostrar estatísticas

Gerenciamento das extensões

A Mozilla inseriu uma função no navegador que monitora quando novas extensões são adicionadas. Assim, o navegador alerta caso algum software de terceiro instale algo sem sua permissão, possibilitando que você remova o complemento antes que ele seja executado.

Mozilla Firefox Aurora - Imagem 7 do software

Integração ao Twitter

O Aurora possui uma função para efetuar buscas no microblog diretamente pela caixa de pesquisas. É possível buscar por palavras, hashtags (com o caracter # antes da palavra) e usuários (com o uso do @).

Mozilla Firefox Aurora - Imagem 8 do software

Restaurar abas na inicialização

Esta é uma função para restaurar abas previamente abertas durante a inicialização do navegador. Com ela em funcionamento, o programa carrega apenas a aba que está sendo visualizada, de modo que as outras serão processadas apenas quando o usuário clicar sobre ela.

O navegador possibilita que o usuário ative a função apenas se desejar. Quando ativada, ela pode gerar economia de memória RAM e diminuição significativa no tempo de carregamento do aplicativo. Para usar o novo recurso basta acessar o menu “Ferramentas”, abrir as “Opções”  e marcar a caixa “Só carregar abas ao selecionar” (a qual aparece na aba Geral).

Mudanças menos perceptíveis

O Aurora também melhorou o funcionamento do “scroll” na tela, por meio de uma resposta um pouco mais rápida ao comando. Além disso, o recurso de sincronização (Firefox Sync) sofreu alterações para se tornar um pouco mais ágil, especialmente no primeiro uso da ferramenta por parte da pessoa.

Essa versão do Aurora também trouxe várias alterações que ficam mais ocultas ao usuário e estão, em sua natureza, relacionadas apenas ao bom funcionamento do navegador.

Compatível com a web

Caprichando no desempenho do navegador, a Mozilla conseguiu manter a compatibilidade com os principais recursos da web. Assim como os predecessores, a décima nona versão alcança a pontuação máxima no teste do Acid3.

Teste Acid3

Vale salientar que os principais plug-ins (Adobe Flash, JavaScript, Silverlight e outros) funcionam perfeitamente no Firefox Aurora, o que possibilita a navegação por todos os sites da internet. Quanto às extensões, o funcionamento depende do complemento em questão. Dessa maneira, o novo navegador é voltado apenas para usuários curiosos, que desejam testar o aumento de velocidade prometido pela Mozilla.

Nossa Opinião sobre o Mozilla Firefox Aurora

O Firefox Aurora vem para comprar briga. Apesar de ainda em fase de testes, o software mostrou-se estável e apresentou excelente desempenho para carregar as páginas da web. Os recursos introduzidos em outras versões e foram mantidos aqui são bem-vindos, pois eles facilitam muito o uso do programa.

Quanto ao desempenho, o Mozilla Firefox Aurora é rápido. Em nossos testes, notamos um pequeno aumento no consumo de memória RAM, todavia, tal resultado pode ter aparecido devido a algum erro.

Por se tratar da versão Aurora, o Firefox apresenta incompatibilidade com uma infinidade de complementos. Claro, parte do problema se deve aos desenvolvedores não terem atualizado as extensões, contudo, tal aspecto limita a utilização do software, fazendo com que ele seja recomendado apenas para os usuários mais curiosos.

Não temos reclamações quanto à instalação e ao funcionamento da nova Raposa de Fogo, entretanto, sentimos faltas de novos recursos, pois somente a adição de algumas funções para acelerar o carregamento das páginas da web não convence que o programa realmente será revolucionário.

Enfim, recomendamos a décima nona versão do Mozilla Firefox Aurora somente para usuários que desejam efetuar comparações com o aplicativo antecessor e que queiram testar o aumento de desempenho. Lembramos que, como o browser ainda está em fase de desenvolvimento, não é indicado o uso do software para trabalhar com informações sigilosas.

Prós & Contras

Prós

  • Manteve desempenho no teste Acid3
  • Otimização do aproveitamento da memória

Contras

  • Instabilidade de versões de teste
  • Nenhuma alteração visual

Avaliações sobre o Mozilla Firefox Aurora

  • {{comentario.nome}} {{comentario.data}}
    {{comentario.nota}}
    Nota {{comentario.notaExtenso}}!
    Editar Avaliação