Logo Peppermint OS Ícone

Peppermint OS

Versão Three Grátis
523.44 MB
Funciona em: Linux
X11
Atualizado em : 03/04/2013 Peppermint OS Team
Baixar Grátis Download Seguro
Verificado com Antivírus

O que estão falando…

Já usou? Avalie!
+7 Avaliações
  • Foto de Monick Corrêa
    Monick Corrêa 7 de fevereiro de 2015 - 15:38
    10
    Nota Excelente!
    É um sistema operacional estável, intuitivo e com interface satisfatória, em relação ao espaço ocupado! É super rápido (não, ele não fica um tempão para iniciar, rs) e até a instalação de programas, que em outras versões linux era um pouco mais complicada para uma pessoa leiga como eu, tornou-se bastante prática! Recomendo e digo que substituí meu Windowns 7 pelo Peppermint, uma vez que minha máquina ficava muito lenta com o W7...

Descrição

Fabio Roberto Machado Jordão
Linux baseado na computação de nuvens que garante boa funcionalidade até mesmo rodando via USB

Dentre tantas distribuições do sistema do pinguim, surge uma nova versão baseada na computação de nuvens (clique aqui para ler o artigo que o Baixaki criou a respeito do assunto). Possivelmente você já deve ter ouvido falar do Chromium OS, o sistema da Google que promete revolucionar o mercado dos sistemas para netbooks.

Pois bem, assim como o Chromium, o Peppermint OS também serve especificamente para usuários que vivem apenas com os aplicativos da web. O sistema tem menos de 600 MB, fator que permite aos utilizadores testarem a distribuição até mesmo num pendrive antigo. Claro que, por se tratar de uma versão Linux, há como instalar aplicativos comuns, contudo o foco do Peppermint é a web 2.0.

Rode direto do CD

Quem já utilizou Linux anteriormente sabe bem que a grande maioria das versões do pinguim pode ser utilizada diretamente do CD. Em nossos testes o Peppermint OS mostrou-se muito rápido, abrindo os aplicativos sem muita demora e funcionando sem travar na maior parte do tempo. Os únicos problemas relatados ocorreram quando abrimos muitos programas simultaneamente.

Tela inicial do Peppermint

Instalação em sete passos

Depois de testar o Peppermint você tem a opção de instalá-lo no disco rígido. Há um ícone na área de trabalho que permite executar tal ação. A configuração da instalação é bem descomplicada, sendo que há tradução para o português.

Instalação rápida e fácil

As opções de instalação incluem: modificação do idioma, alteração do layout do teclado, configuração do horário local, formatação do disco e definição de nome de usuário e senha. Em nossa análise a instalação não demorou nem 10 minutos, o que se pode considerar um tempo aceitável.

Aplicativos da Web

O Peppermint é um sistema que realmente investe nos aplicativos web e para o bem dos usuários há uma boa diversidade de softwares online. Dentre os mais famosos podemos citar alguns muito úteis para quem curte conteúdo multimídia: o YouTube, o Hulu (infelizmente esse serviço funciona apenas nos EUA), o Pandora (também exclusivos para os americanos) e o The Cloud Player.

Além disso, os aplicativos das nuvens que vêm no Peppermint OS são úteis para quem necessita de programas de escritório. Você pode contar com Google Calendar, Google Docs, Google Mail, Google Reader e até com o editor de imagens Pixlr. Vale frisar que todos esses softwares não rodam via navegador, porque são versões adaptadas para rodar no sistema operacional mesmo.

Aplicativos da web no Peppermint

Aplicativos comuns

Por se tratar de uma distribuição Linux não há como deixar de mencionar a enorme quantidade de softwares gratuitos que rodam diretamente no disco rígido. O Peppermint OS traz apenas alguns instalados por padrão, dentre os quais podemos destacar o Mozilla Firefox, o Exaile [Player e gerenciador de músicas] e o cliente de torrent Transmission.
Instale novos programas

Depois da facilidade que o Ubuntu proporcionou aos usuários, muitas equipes de desenvolvimento começaram a investir nesse sentido. A equipe do Peppermint também aproveitou o embalo para construir um sistema mais fácil para usuários iniciantes. Este sistema operacional possui um painel exclusivo para a instalação de aplicativos, o qual possui categorias organizadas para que o utilizador encontre qualquer software.

Instale seus aplicativos favoritos

Além de ser muito fácil encontrar os programas na biblioteca online, o usuário não precisa ficar utilizando comandos complicados de linha de comando. O Peppermint OS instala tudo em poucos minutos e insere atalhos no menu principal. Obviamente os softwares são diferentes do que você encontra no Windows, contudo de uma forma geral eles atendem às necessidades de qualquer utilizador.

Muito leve

A propaganda no site oficial do Peppermint sugere a leveza do sistema, mas só acreditamos nisso ao utilizá-lo. Com o Linux Kernel 2.6.32 o usuário pode ter certeza de que terá estabilidade e compatibilidade com uma grande gama de programas.

Interface simples e muita leveza no Peppermint

Outro detalhe importante é quanto a utilização do Openbox, um gerenciador de janelas bem leve. Enfim, o Peppermint utiliza menos de 256 MB de memória RAM, o que é muito interessante para usuários que possuem computadores modestos.

Nossa Opinião sobre o Peppermint OS

As distribuições Linux vêm sofrendo grandes mudanças e com isso o usuário é que sai ganhando. A expansão do sistema começou com o Ubuntu, o qual facilitou muito a utilização para todo tipo de usuário. Agora com novos sistemas investindo em outros ramos, como é o caso do Peppermint com a computação de nuvens, e mantendo a facilidade é bem provável que o pinguim ganhe um espaço maior no mercado.

Obviamente o Peppermint não é perfeito e para utilizadores que preferem a interface KDE ou Gnome, que são as mais famosas, é necessário realizar a instalação posteriormente. Em nossa análise não tentamos modificar o gerenciador de janelas, contudo não deve haver restrições quanto a essa mudança.

Vale frisar que o Peppermint é um sistema voltado a dois tipos específicos de computadores: netbooks e computadores de baixo desempenho. Por se tratar de um sistema bem leve, o Peppermint garante boa navegação na web e utilização adequada de todos os aplicativos até em PCs com pouca memória RAM e processador de baixa frequência.

Se você nunca testou uma distribuição Linux, talvez o Peppermin OS One seja uma ótima ideia, porque ele roda diretamente do CD e garante uma experiência bem diferente dos demais sistemas baseados no mesmo Kernel. Caso você não queira largar do Windows, ainda sim pode testar os recursos do Peppermint, basta utilizar um programa que crie máquinas virtuais.

Prós & Contras

Prós

  • Muito leve
  • Interface bonita
  • Muitos aplicativos para rodar online
  • Boa diversidade de softwares para instalar no HD
  • Painel de controle é fácil de utilizar
  • Instalação rápida e descomplicada
  • Possui tradução para o português
  • Roda direto do CD ou do pendrive

Contras

  • Não encontramos pontos negativos.

Interesse ao longo do tempo

Compartilhe essa página

Avaliações sobre o Peppermint OS

+7 Avaliações
  • {{comentario.nome}} {{comentario.data}}
    {{comentario.nota}}
    Nota {{comentario.notaExtenso}}!
    Editar Avaliação