Lineage II - Goddess of Destruction

Lineage II

- Goddess of Destruction

A nova expansão veio cheia de novidades: jogue gratuitamente e confira mapas com gráficos atualizados


REQUERIMENTOS
  • Processador dual-core de 1.86 GHz
  • Memória RAM de 2 GB
  • 20 GB de espaço disponível para armazenamento
  • Placa gráfica de 512 MB compatível com DirectX 9.0c (GeForce 7600 GT ou superior / Radeon X1800 ou superior)

Lineage II é um MMORPG que deu continuidade ao sucesso do primeiro título da série. Com gráficos melhorados e história própria, o game conta com várias classes e raças, tornando cada personagem bastante único. Contudo, isso era pago, limitando o acesso apenas a jogadores pagantes.

Com a expansão Goddess of Destruction, Lineage II entrou na era do Free to Play: agora você pode jogar gratuitamente e sem quaisquer restrições de conteúdo, pagando apenas se estiver com preguiça de adquirir determinado item difícil de cair e que é obtido somente em raids, ao derrotar monstros poderosos.

Para receber os novos jogadores e reanimar os velhos, todo o conteúdo antigo de Lineage II foi revitalizado para representar um desafio também aos personagens de nível 99. Apesar disso, a grande ênfase do game é no combate entre jogadores: quem atingir o limite anterior de nível 85 pode escolher entre oito novas classes disponíveis, permitindo grande variedade de habilidades entre personagens e uma nova era de táticas de luta.

Cadastro e instalação

Jogar Lineage II requer cadastro; clique aqui para criar uma conta. Caso você já possua cadastro na NCSoft, esse mesmo link permite a associação do game à sua conta atual (opção "Sign up with your current NCSoft master account"), basta fazer o login – se ainda não tiver, essa página permite a criação das duas contas (jogo e desenvolvedor).

Após fazer o download, você instala o gerenciador de games da NCSoft. Nele, abra o menu “Not Installed” e selecione “Lineage II”, usando a opção “Install Game” para começar a transferência de 14 GB dos arquivos necessários para rodar e atualizar o jogo.

Conteúdo remodelado e novidades

Em Goddess of Destruction, sete anos de conteúdo foram remodelados para que nenhuma região ou set de equipamentos parecesse antiquado: tudo está de cara nova. O game conta com 34 regiões para exploração e 60 chefes de raids, bem como 400 opções de armas e armaduras.

Novos inimigos

Itens

O sistema de aquisição de itens também foi alterado: cada equipamento recebido vem não identificado, gerando aleatoriamente um item Bound, Standard ou Blessed. Além disso, classes atiradoras receberam uma “colher de chá”, pois elas não gastam mais munição para atacar, eliminando a necessidade de parar a aventura para comprar mais flechas.

Personagens acima do nível 85 podem agora criar seus próprios itens, os quais são divididos em quatro categorias de qualidade – embora a raça Dwarf continue sendo a única capaz de manufaturar os melhores armamentos.

Uma novidade de Goddess of Destruction é a inserção de uma Auction House no jogo. Ou seja, agora você pode vender facilmente seus itens, sem precisar criar uma loja e esperar alguém comprá-los: basta deixar o item e quem quiser comprá-lo fará uma oferta, a qual pode ser coberta por um valor superior de outro interessado.

Montaria

Transporte

Duas novas modalidades de transporte estão disponíveis a partir da nova expansão, sendo uma delas exclusiva para jogadores despertos (acima do nível 85): Jump Routes e montarias.

O primeiro torna as suas viagens muito mais interessantes, pois os mapas agora contam com rotas de pulo pré-determinadas: descobrindo o início de uma rota, você escolhe para onde deseja ir e seu personagem começa a pular grandes distâncias rapidamente. Para despertos, a outra possibilidade é evocar uma montaria personalizada de acordo com sua classe.

Estruturas

Se você quer entrar para a história de Lineage II, mensalmente os 12 melhores jogadores de cada servidor recebem estátuas de bronze dos seus personagens – as quais ficam localizadas no museu de Talking Island. Para concorrer à glória, você precisa obter um elevado número de experiência, de missões terminadas, de horas de jogo, de número de assassinatos e de guerras vencidas com seu clã.

Sede do clã

Falando em clãs, Goddess of Destruction trouxe a possibilidade de você ter sua própria sede. Existe um total de três localidades, as quais são disputadas em combates entre clãs. Quem vence a posse das mansões recebe bônus e itens exclusivos.

Classes e raças

Existem seis raças em Lineage II: Human, Elf, Dark Elf, Orc, Dwarf e Kamael. Cada uma possui aparência e habilidades únicas, as quais podem influenciar no seu estilo de jogo. Dependendo do sexo do seu personagem, a classe inicial pode ser restrita a Fighter ou Mystic – embora a maioria possua ambas as opções.

Ao subir de nível, você escolhe entre duas opções durante o primeiro teste para mudança de classe; cada qual segue um caminho diferente e evolui outras várias vezes. Entretanto, com a expansão Goddess of Destruction e a possibilidade de despertar seu personagem, as escolhas de classe podem ser irrelevantes – ao criar o personagem, olhe sua árvore de profissões para escolher com qual começar de acordo com a classe final desejada.

Classes

  • Yul Archer: é especializado em combates à distância, seja usando arco e flecha ou besta. Capaz de causar grandes danos, possui uma defesa fraca;
  • Sigel Knight: defesa excepcional, alto HP e a habilidade de evocar um leão dourado em combate são suas características mais marcantes, tornando-o ótimo na linha de frente;
  • Iss Enchanter: com o uso de encantamentos, consegue lutar na linha de frente sem problemas, pois apresenta ataque e defesa equilibrados;
  • Wynn Summoner: além de evocar monstros para atacar, esta classe usa algumas magias de ataque à distância e é capaz de enfraquecer os inimigos contra danos mágicos;
  • Tyrr Warrior: usando uma variedade de armas e habilidades de dano em área, este combatente é ótimo para lidar contra vários inimigos simultaneamente;
  • Aeore Healer: lidando com o poder da luz e das trevas, você consegue restaurar o HP e a mana dos aliados, ressuscitá-los e aumentar suas defesas, bem como atacar os adversários e impedir sua movimentação;
  • Feoh Wizard: mestre dos quatro elementos, sua especialidade é causar danos mágicos à distância, podendo se teletransportar e também impedir facilmente o avanço dos inimigos com o uso de armadilhas e magias de controle mental;
  • Othell Rogue: enganar o inimigo é sua principal estratégia, pois assim ele é capaz de usar suas adagas envenenadas para apunhalá-lo pelas costas.

Sua estátua

A Deusa da Destruição

Quando o quarto selo foi quebrado, Shilen foi acordada de seu sono. Então, a Deusa da Destruição sacrificou seus seguidores para evocar uma lua negra, capaz de ajudá-la a observar o mundo. Sangue de Shilen choveu pelo continente e os animais que o beberam se tornaram monstros selvagens, os quais invadiram cidades e mataram milhares de habitantes – sacrifícios para a deusa recuperar seu poder e forma física.

Ao atacar a cidade flutuante de Ye Sagira, Shilen libertou o espírito do último gigante vivo. Ela tentou um acordo com Hermuncus, mas foi enganada: ele formou uma aliança com os humanos para impedir os planos dela. Nos termos do acordo, Hermuncus daria pergaminhos contendo o poder de heróis gigantes, e os humanos o ajudariam a recuperar seu corpo e recriar a raça dos gigantes.

O último dos gigantes

Os gigantes não foram criação dos deuses, ambos nasceram simultaneamente no mundo e tinham poderes de nível semelhante. A raça dos gigantes se expandiu e logo os deuses perderam autoridade, dando início a uma disputa de poder.

Uma longa batalha se deu entre eles, mas os deuses conseguiram vencer e destruiram a raça dos gigantes. Mataram todos, exceto seu líder, Hermuncus. Para ele ficou reservada a pior punição possível: seu corpo foi esquartejado e separado de sua alma para sofrer por sua insolência eternamente.

O despertar

Durante os combates contra os deuses, alguns heróis se sobressaíram e os gigantes decidiram armazenar seus poderes em pergaminhos, de forma a fazer uso deles no futuro. Quando a hora chegou, esse poder se mostrou demais e a maioria dos gigantes que tentou absorvê-lo morreu na tentativa, poucos conseguiram suportá-lo.

Apelando para a ganância dos aliados, Hermuncus ofereceu esses pergaminhos com a convicção de que os humanos não seriam capazes de aguentar tamanho poder. Para sua surpresa, todos aqueles que tentaram usar os pergaminhos foram bem-sucedidos: eles despertaram os poderes dos gigantes em si.

Melhor armadura

Comandos

  • Setas direcionais: movimentação;
  • Clique esquerdo: interage com NPCs e anda;
  • Clique direito: gira a câmera;
  • Alt + K: habilidades;
  • Alt + M: mapa;
  • Alt + T: status do personagem;
  • Alt + V: inventário;
  • Alt + X: opções do sistema (fecha o jogo);
  • F1 a F12: atalhos de itens e habilidades;
  • Ctrl: segure enquanto ataca um inimigo para mudar de alvo.

Imagens do Lineage II

Orc Kamael Cenário Hunter Orc Classes Novos inimigos Montaria Sede do clã Sua estátua
Prós
  • Gráficos bons
  • Várias classes disponíveis
  • Trilha sonora excelente
Contras
  • Jogabilidade ruim
  • Servidores lotados com lag extremo
  • Efeitos sonoros repetitivos e irritantes

Nossa opinião sobre o Lineage II:

Com certeza tornar Lineage II gratuito foi uma excelente proposta da NCSoft, beneficiando não apenas a empresa, mas os próprios jogadores. Contudo, o jogo não parece absolutamente nada pronto para dar um passo tão grande junto com o lançamento da expansão Goddess of Destruction.

Uma das alterações na história do game destruiu todos os vilarejos iniciais de cada raça e aglomerou todos os jogadores iniciantes numa mesma localidade. O resultado disso foi o caos supremo: lags mortais não deixam você sequer movimentar o personagem, tornando a promessa de passar os níveis iniciais em poucas horas uma tremenda mentira – afinal, praticamente todo o servidor está na mesma região do mapa.

A história da expansão é interessante e as primeiras missões ajudam você a entender mais ou menos o que aconteceu, algo essencial no início de cada jornada, pois você precisa de um motivo para encarar os desafios que lhe esperam. Contudo, o tutorial é um pouco falho, pois é difícil encontrar o NPC Phanteon em meio a tantos jogadores ao seu redor, sem mencionar que ele pode mandar você para um lugar do qual não há saída visível.

Os gráficos de Lineage II sofreram uma revitalização com o lançamento da expansão, pois mesmo áreas antigas foram alteradas e adaptadas não só visualmente, mas também em dificuldade para jogadores de nível alto. Com texturas boas e resolução ótima, os gráficos de Lineage II são muito bons, porém não denotam realismo devido ao traçado dos personagens e por algumas cores usadas nos cenários serem muito artificiais.

Enquanto a trilha sonora do jogo é excepcional e ajuda o jogador a se motivar durante a aventura, os efeitos sonoros são uma verdadeira tortura: tudo culpa do excesso de jogadores. Afinal, é uma metralhadora de gente subindo de nível ou atacando o mesmo alvo, simplesmente enlouquecedor – com sorte, conforme esses jogadores subirem de nível, as regiões iniciais se tornem mais toleráveis.

Em relação à jogabilidade, é muito difícil ter certeza se ela está adequada e atende ao necessário, pois mesmo colocando os gráficos no mínimo não foi possível melhorar sua fluidez: constantemente o personagem trava em paredes, demora mais de dez segundos para responder aos comandos e, às vezes, executa movimentos totalmente diferentes daqueles ordenados (talvez isso melhore quando houver mais servidores em Lineage II).


SHOPPING BAIXAKI

Comentários (0)

  • Jairo dos Jairo dos   em 4/4/2014 - versão: - Goddess of Destruction

    Lineage oficial é muito bom exeto pelos players que usam programas "bot" para upar e farmar Adena(que é o dinheiro do jogo) se vc jogar umas 6 horas por dia vc se torna lvl maximo em cerca de 1 ano. Porem com programas "bot" vc pode pegar o lvl maximo em 2 meses se nao tiver muita sorte.ou seja vc passa muito tempo jogando para depois chegar um cara que nao teve esforço nenhum para upar e te mata e ainda te chama de noob. Alem de mais os items como armadura, armas, Joias,e melhorias de itens são apenas para ricos e para "bot" pois é muito caro.Eu parei de jogar no lvl95 pois nao aguentava mais o kras que usavam programas ilegais para upar.Faltava apenas 4 lvls pra mim me tornar full level kk

  • Ricardo Ricardo   em 30/4/2013 - versão: - Goddess of Destruction

    Joguei a alguns anos, cerca de 4 anos atrás, era um baita jogo, realmente muito bom, mas hoje em dia tentei dar uma nova oportunidade e percebi que o jogo já não é nada demais, graficos bem medianos, muuuitos bugs que com o decorrer dos anos não foram corrigidos, não instiga mais a perder horas jogando e não da mais aquela vontade de jogar, pra mim lineage já deu o que tinha que dar, agora como dizem, é só manter. Porque não vai sair muito disso.

  • João Paulo Barbieri João Paulo Barbieri   em 16/2/2013 - versão: - Goddess of Destruction

    Galera a NCsoft adquiriu a Engine Unreal 4.0, e promete lançar o melhor MMORPG de todos os tempos com super gráficos nessa poderosa Engine! Aguardem logo logo eles confirmam, que Lineage 3 será uns desses jogos!

  • Quiriate Arin Quiriate Arin   em 31/10/2012 - versão: - Goddess of Destruction

    ta pra existir jogo melhor que lineage !

  • Luan Felipe Luan Felipe   em 7/10/2012 - versão: - Goddess of Destruction

    Incrível, s NCsoft fez algo muito bom em colocar ele Free to Play. esse jogo é espetacular, joguei pouco tempo mais já posso dar minha opinião, Não tem Lag nenhum, voce pode escolher sua classe independente de sua raça, Quanto mais voce fica Lvl alto, mais voce quer upar! o ruim é que não tem em Portugues, más eu intendi todas as quests perfeitamente, um dos Melhores PvP que já vi! Cada classe tem sua função e sua especialidade, Muito bem Equlibrado!

  • dih dih   em 8/8/2012 - versão: - Goddess of Destruction

    bom nao gostei do que fizeram com o jogo em si fazendo qualquer classe virar outra. exemplo Orc fighter podendo virar tanker em sua main class. isso foi ridiculo de mais. o lag nao ocorre aqui em casa, bot sempre haverá em todos os servidores tanto oficial quanto piratas. porem o que estragou o jogo mesmo foi esse negocio que a ncsoft fez de poder escolher sua main class donatando muito idiota por isso eu nao jogo para valer eu so troco contas upo até o level 85 e troco por itens adena ^^

  • Cristiano Augusto Cristiano Augusto   em 24/4/2012 - versão: - Goddess of Destruction

    O baixaki deveria corrigir os contras que ela descreve pelo motivo que jogo o servidor e não vejo leg como o colega descreveu na postagem anterior vcs se baseiam no inicio quando o servidor ficou free mas agora com certeza não existe leg se tiverem leg com certeza e seu pc ou net

  • paes paes   em 4/4/2012 - versão: - Goddess of Destruction

    Joguei este jogo desde quando lançou, em vários servidores. Assim como diversos jogos ate hoje, muito por muito tempo, outros apenas para testar. SOBRE O LAG: Quando saiu a versao free (GoD) do jogo, o número de jogadores foi muito maior que a espectativa inicial, então teve lag sim, mais de imediato a NCsoft abriu vários outros servers. O lag que ficou foi lag gráfico, pois com a abertura dos servidores, todos os novos jogadores se encontravam na cidade inicial. Atualmente jogo o jogo e nao vejo esse lag. Quem está tendo lag ou e net ruim, windows bixado(precisando desfragmentar, etc) ou o pc não e dos melhores. Minha máquina e um dual core, 2Gb de ram e uma Nvidia com 500 de ram e nem e das melhores, não entendo como alguns falam que possuem pc "avião" e ainda tem lag. A opinião do proprio site baixaki foi tirada dos primeiros dias do jogo, quando ainda estava lotado, sei disso porque entrei no site assim que lançaram este novo post do l2. SOBRE A JOGABILIDADE: Depende da maneira que você gosta de jogar, assim como também do fato de não ter muitos efeitos de skills. Eu particularmente destesto jogos que vc no lvl 5 ja treme metade do mundo quando vai usar uma skill p/matar um coelhinho. Não adianta nada vc vim testar um novo jogo esperando encontra o seu jogo antigo aqui, l2 NÂO é WOW, nem AION, nem PW ou etc. Cada jogo possuiu algo em comum assim como suas caracteristicas proprias. SOBRE GRÁFICOS E SOM: cara "Efeitos sonoros repetitivos e irritantes"?? L2 tem ótimos sons e gráficos, basta vc ir para áreas remotas do mata que vai perceber que mesmo nelas, cada pedaço foi feio de forma propria assim como cada parte possui um som combinando com o ambiente. Eu detesto jogos que vc repara que a textura do mapa em varios lugares foi feita de forma desleixada usando o "ctrl+c/Ctrl+v", L2 não é assim. Claro que atualmente já possui jogos tem gráficos melhores, mas, tanto para epóca que foi lançado quanto para hj em dia ainda são ótimos gráficos. POR FIM: para quem gosta de um jogo mais "maduro", sem ser muito "coloridinho" d+, com texturas bonitas e mais reais, com efeitos bonitos de skill, mais sem serem exageradas a ponto por exemplo de criar um inforno visual em dia de guerra. Aconselho L2. Varias raças(6 raças), varias classes, voce por exemplo pode ser arqueiro humano, elfo ou dark elfo(DE, dark elven, etc), e com cada arqueiro com caracteristicas proprias da sua raça, uns com dano maior de critico, outro com chance maior de critico, outro mais equilibrado por exemplo. Armaduras diversas, varias armaduras por lvls, sem ficar repetitivo. Mobs até dizer chega, mapa enorme, voce chegara a lvl maximo sem ter rodado o mapa por completo. AGORA: Só nao tente tirar conclusoes jogando apenas um ou dois dias do jogo ou com opiniões preconceituosas vinda de outros jogos.

  • matheus matheus   em 1/4/2012 - versão: - Goddess of Destruction

    o jogo tem o melhor gráfico do mundo mais não tem efeito de skill

  • David Leys David Leys   em 7/3/2012 - versão: - Goddess of Destruction

    Lineage II é excelente. História, gráficos, classes etc. Mas...essa versão grátis ficou tão lotada de gente que não dá pra jogar. Gráficos no mínimo, às 5 da manhã, não adianta. Em algumas telas é impossível completar as missões ou achar npcs. Mas as lags(das grandes)estão presentes 100% do tempo. Ou seja, tentem outro jogo. Esse está inviável, infelizmente. Quem sabe daqui uns anos?

Ver todos os comentários »