Adobe Flash Player 11.2.202.400

Adobe Flash Player

11.2.202.400

O melhor plugin para animações, vídeos e jogos online, agora em versão para Linux



A Adobe finalmente liberou a versão final da 11ª edição do plugin mais utilizado na internet, o Adobe Flash Player. A principal novidade desta versão é a volta do suporte nativo aos sistemas operacionais de 64 bits, mas as melhorias não param por aí. Essa nova edição do programa traz uma série de vantagens para usuários e programadores, principalmente àqueles que ainda não estão confiantes no poderio do HTML5.

Atenção usuários do Chrome

O navegador da Google já vem com o Adobe Flash Player integrado e o plugin será atualizado automaticamente. Por isso, não precisa se preocupar, pois dentro dos próximos dias uma mensagem para fazer o upgrade da ferramenta deve aparecer no Chrome.

As melhorias

Aceleração gráfica 3D e o Stage 3D

Talvez uma das funcionalidades mais esperadas pelo usuário, a aceleração gráfica 3D do plugin da Adobe oferece melhor desempenho para aplicativos online em vários navegadores e sistemas operacionais.

Além disso, com o novo recurso para desenvolvimento de aplicativos 3D, o Adobe Flash Player 11 permite que desenvolvedores criem conteúdo com modelos tridimensionais. A renderização dos gráficos está melhor do que nunca: essa novidade permite também que o 3D seja utilizado com aceleração, evitando os habituais travamentos ocorridos por causa das modelagens pesadas.

Suporte a JPEG-XR

O Flash Player 11 oferece suporte total ao formato de imagem JPEG-XR, um tipo de arquivo para retratos que proporciona uma compressão melhor que o JPEG comum, porém a partir de uma qualidade de imagem maior e sem grandes perdas nos detalhes.

Suporte a bitmap de alta resolução

Objetos bitmap não estão mais limitados à resolução máxima de 16 megapixels ou à largura e altura de 8 pixels. Com isso, os desenvolvedores não precisam se preocupar em converter arquivos para outros formatos para que eles não apareçam distorcidos, é só usar o bitmap mesmo.

Suporte a compressão SWF de alta resolução

Os desenvolvedores agora podem tirar o máximo proveito do algoritmo de compressão LZMA em seus arquivos SWF. O LZMA pode reduzir o tamanho dos arquivos Flash, fazendo com que o tempo de carregamento seja menor, mas sem abrir mão da qualidade impecável do trabalho final.

Suporte a TLS Secure Sockets

Essa novidade será a mais comemorada pelos desenvolvedores. Com novos ambientes de segurança, o Adobe Flash Player 11 pode permitir que aplicativos de comunicação entre servidores e clientes sejam executados com maior segurança. Ou seja, com menos riscos de interceptação de informações.

Codificação H.264/AVC

Que tal reproduzir os vídeos do YouTube com qualidade muito superior à habitual? Isso será possível com a nova versão do Flash Player, pois ela traz suporte ao codec H.264, um dos mais potentes da atualidade. Além da melhor qualidade dos vídeos, esse recurso pode ser útil também para reduzir o tamanho dos filmes em alta definição.

Codecs G.711

Utilizando codecs G.711, o Adobe Flash Player 11 pode permitir que aplicativos de telefonia ofereçam melhores resultados para seus usuários. Comprimindo o áudio, é possível integrar funcionalidades de softwares de comunicação em ambientes online, dispensando a utilização de softwares adicionais.

Imagens do Adobe Flash Player

API de desenho Efeitos 3D Efeito Tufão Filtro Cristalização Layout de texto avançado

Nossa opinião sobre o Adobe Flash Player:

 

As primeiras impressões da versão final do Adobe Flash Player 11 foram, de maneira geral, muito boas. A execução de jogos no navegador ficou, de fato, melhor. Poucos travamentos foram percebidos durante a utilização dos recursos, bem diferente do que aconteceu na fase Release Candidate do plugin.

Não há como obter uma impressão mais detalhada a respeito dos novos recursos, uma vez que ainda não há aplicações destinadas às novas soluções desenvolvidas. Porém, é possível notar que a Adobe realmente ouviu os usuários, melhorando o plugin para a exibição de conteúdos em 3D.

A segurança dos usuários também foi levada em conta pela Adobe, uma vez que há várias melhorias focadas exclusivamente em manter seguros os dados transmitidos utilizando a tecnologia.

Levando em conta o histórico de sucesso da empresa desenvolvedora, o Adobe Flash Player 11 tem tudo para conquistar de vez os usuários e tornar a exibição de conteúdo (dinâmico ou não) ainda melhor.

 


SHOPPING BAIXAKI

Comentários (0)

  • Léonux Léonux   em 28/12/2012 - versão: 11.2.202.258

    Em 2011 deixei uma receita de bolo de como instalar o plugin do flash Player no Linux, a qual Funcionaria TAMBÉM no UBUNTU. Imaginei que outras pessoas poderiam usar demais distros, inclusive. Para o Ubuntu somente:~$ sudo apt-get install ubuntu-restricted-extras Para o Kubuntu somente:~$ sudo apt-get install kubuntu-restricted-extras instalação na qual habilita suporte à arquivos multimedia no (k) ubuntu, incluindo o flash nos navegadores.

  • ClóvisReschke ClóvisReschke   em 8/8/2012 - versão: 11.2.202.236

    Felizmente o uso do Flash está com os dias contados. Um dos maiores gargalos de incompatibilidade no Linux, inclusive em outros sistemoas operacionais, levando a travamentos, bugs, insegurança, super aquecimento... Por enquanto dependemos do Flash mas logo teremos a solução dos problemas no Linux o HTM 5. Que venha logo...

  • Emerson Luis Rossi Emerson Luis Rossi   em 24/4/2012 - versão: 11.2.202.233

    As animações em 3D melhoraram, ficaram bem mais rápidas...EXECELENTE TRABALHO....

  • Alex Marcelino Santee Alex Marcelino Santee   em 7/1/2012 - versão: 11.2.202.95

    Para os que usam ubuntu recomendo que baixem o pacote ubuntu restricted extras no gerenciador de pacotes, ele tem a maioria dos formatos proprietários.

  • OSÉIAS ALVES OSÉIAS ALVES   em 30/10/2011 - versão: 11.0.1.152

    Teodorak você é o cara!! Eu sou iniciante no Ubuntun, e estou usando a versão 11.10. Baixei recentemente um uma série de coisas precisavam ser atualizadas e baixadas. Perguntei a outras pessoas que já usavam e que se dizia fera no assunto como baixar adobe flash palyer e ninguḿe soube ou não quis dizer como. Tudo no Ubuntun é através de comandos que eu não sei quais e nem como fazer. MAS CONSEGUI GRAÇAS A VOCÊ TEODORAK!!

  • lorivaldo lorivaldo   em 21/8/2011 - versão: 10.3.183.35

    Valeu Teodorak pela dica!

  • fabio fabio   em 12/8/2011 - versão: 10.3.183.35

    A Adobe deveria investir mais no Flash Player para Ubuntu, pois trava constantemente ao exibir vídeos em flash pelo navegador. E eu descobri o motivo disso: alto consumo de memória de vídeo. Só quando eu aumentei a memória compartilhada de vídeo de 128 MB para 256 MB é que parou de travar definitivamente. Foi sorte, mas resolveu o problema.

  • Nat Nat   em 3/6/2011 - versão: 10.3.181.16

    Parabéns ao Teodorak! Dica de comando rápida e objetiva. Tenho instalado o Ubuntu 11.04. Funcionou que foi Blz. Quem sabe deve descomplicar!

  • Léonux Léonux   em 23/5/2011 - versão: 10.3.181.14

    Instalação ninja: pegar o link do flashplayer, entrar no terminal já como root e baixar o arquivo usando o wget já para a pasta corrente de acordo com o sistema: 32bits:~# cd /usr/lib/firefox/plugins 64bits:~# cd /usr/lib64/firefox/plugins descompactando-se o arquivo, ele já estará instalado!. Receita de bolo da vovó -q 1º Baixar o flash player de preferência com extensão tar.gz, e de acordo com a arquitetura do Sistema instalado (32/64bits!?). ( Se baixar o pacote já compilado em .DEB .RPM .TGZ, é só descompactá-lo do mesmo modo, e em uma das pastas procurar o arquivo libflashplayer.so depois movê-lo para um local de fácil acesso através do terminal, desktop, home!.) 2º Extrair o arquivo que foi baixado para dentro da pasta pessoal home, o qual irá gerar o novo arquivo com extensão .so. 3º Abrir o terminal de linhas de comando, e nele entrar como Administrador = root teclando:~$ sudo -i para Ubuntu e variantes, e:~$ su para slackware, mandriva entre outras distros. 4º Certificar-se de que dentro da pasta firefox exista ainda uma outra pasta chamada plugins!, para tal, navegar através do terminal teclando:~# cd /usr/lib/firefox (Enter!) novamente teclar: ls (LS) pra observar o que tem dentro... e caso não haja a pasta que se procura, usar o comando mkdir para criá-la! = mkdir plugins. Obs.: Se a Distribuição for da arquitetura de 64bits, o procedimento precisará ser feito a partir do diretório lib64, ficando da seguinte forma:~# cd /usr/lib64/firefox (Enter) teclar o comando: ls pra ver se existe a pasta plugins, caso não exista, então criá-la = mkdir plugins. 5º Voltar para o diretório inicial teclando o comando: cd Considerando que: O nome do usuário seja: tecnomundo E o arquivo que foi extraído na pasta pessoal do tecnomundo tenha o nome de: libflashplayer.so Ps: após o # é que se tecla os comandos!, no caso:~# cd /home/tecnomundo e dar Enter!. 6º root@desktop:~# cd /home/tecnomundo (Enter) 32bits. 7º root@desktop:/home/tecnomundo# mv libflashplayer.so /usr/lib/firefox/plugins (Enter) 64bits. 8º root@desktop:/home/tecnomundo# mv libflashplayer.so /usr/lib64/firefox/plugins (Enter) pronto!. é como tirar doce de criança.

  • Edilson lopesda silva Edilson lopesda silva   em 11/5/2011 - versão: 10.2.159.1

    Estou muito contente com o ubuntu 11.04 agora melhor ainda, podemos estalar e usar com facilidade o Adobe Flash player. bom seria que outros progamas.... como o Nero funsiona-se dentro do ubuntu 11.04 A turma do adobe... é um dez, muito bom !!!

Ver todos os comentários »