Logo Chrono Trigger Ícone

Chrono Trigger

Grátis
Funciona em: Web
Adicionado em : 24/08/2015 SQUARE ENIX
Acessar Acesso Grátis
Verificado com Antivírus

O que estão falando…

Já usou? Avalie! +0 Avaliações - Seja o primeiro a avaliar o produto!

Descrição

Douglas Vieira
Reviva a aventura de Crono, Marle e companhia diretamente do seu navegador

Se você teve um Super Nintendo, há chances de ter ouvido falar de Chrono Trigger. Jogo de RPG desenvolvido pela Square Enix (que na época se chamava Squaresoft), ele foi o responsável por levar diversas pessoas em verdadeiras viagens no tempo para participar de vários combates ao lado de persoangens carismáticos. 

Sua jornada neste game começa apenas com Crono, garoto que vive com sua mãe e que está bastante empolgado para participar da Millenial Fair, feira realizada para comemorar mais um milênio do Kingdom of Guardia. É por lá que ele vai encontrar diversão, uma amiga chamada Lucca e também um pouco de confusão.

Imagem do jogo

Durante as suas andanças, ele acaba (literalmente) esbarrando em uma garota. Após o mal-entendido e a recuperação do medalhão da recém-encontrada, ela se apresenta como Marle e passa a andar com Crono pela feira. Entre as paradas feitas pela dupla está a apresentação do novo invento de Lucca, que acontece em uma área mais afastada. 

O invento em questão é uma máquina capaz de teletransportar uma pessoa de um lado para o outro. O protagonista aceita testar o invento e, para sua sorte, tudo dá certo. Marle decide fazer o mesmo, mas por algum motivo seu medalhão faz com que ela desapareça. Confiante, Crono decide realizar a manobra mais uma vez e acaba tendo o seu passaporte carimbado para um período e lugar totalmente desconhecidos.

Imagem do jogo

Viajando no tempo 

Após algumas andanças, o protagonista descobre que está em 600 A.D., quatrocentos anos antes do período em que vive. Pouco tempo depois ele se reúne com Lucca, e a garota explica que o medalhão ativou um mecanismo na máquina que proporcionou a viagem no tempo, a primeira de muitas que você fará nesse jogo. 

Durante a sua jornada, outros períodos serão visitados (65.000.000 B.C., 1.200 B.C., 2.300 A.D. e End of Time), e em um deles você vai descobrir o seu verdadeiro objetivo por aqui: passar por diversos apuros e confrontos para impedir que Lavos, uma criatura vinda do espaço, provoque o fim do mundo que conhecemos. 

Ao longo desse passeio, outros personagens vão se aliar ao protagonista e às duas garotas: Frog, Robo, Ayla e Magus (esse opcional). Cada um deles possui características próprias e formas diferentes de lutar, mas todos serão bem úteis na jornada que o guiará à salvação da Terra.

Imagem do jogo

O que temos no pacote? 

Como em muitos RPGs lançados no período áureo dos consoles 16 bits, Chrono Trigger aposta em um sistema de combate por turnos nos quais é preciso esperar uma barra ser preenchida antes de definir uma ação. O tempo que necessário para isso é determinado pelo atributo Speed (velocidade) do personagem, portanto é bom pensar bem antes de cada movimento. 

Isso é importante especialmente quando levamos em conta que os personagens podem combinar forças para usar técnicas duplas ou triplas. Sejam elas para o ataque ou para a defesa, todas possuem uma utilidade e mostram que a chave para o sucesso é agir em conjunto – afinal, todos os combatentes são fortes em algum ponto específico. 

Somado a isso, o game também conta com mais de uma dezena de finais para curtir, cada um deles alcançados de acordo com o momento no qual você decide enfrentar Lavos. Perder a batalha contra o chefão também traz um encerramento nada agradável, portanto siga o nosso conselho: prepare-se bem antes do confronto definitivo e faça o seu melhor, pois o futuro da Terra está nas mãos de Crono, Marle, Lucca, Frog, Ayla, Robo e Magus. E nas suas também.

Imagem do jogo

Comandos

  • Setas direcionais: movimentam os personagens;
  • Tecla Z: confirma ação e interage com outros personagens;
  • Tecla A: abre o menu;
  • Tecla S: acessa opção de troca de personagens;
  • Tecla X: corre e cancela seleção;
  • Tecla Enter: inicia o jogo.

Nossa Opinião sobre o Chrono Trigger

No último dia 22 de agosto, Chrono Trigger completou 20 anos de lançamento em terras norte-americanas. Por mais que duas décadas tenham se passado, é interessante perceber que o avanço do tempo não fez com que ele se tornasse um título defasado ou incapaz de atrair a atenção dos jogadores. Muito pelo contrário. 

Seguir pela jornada ao lado de Crono e companhia continua sendo uma experiência pra lá de agradável, especialmente quando percebemos que a história do título continua coerente e com vários ganchos para manter a atenção do jogador, sejam eles as referências históricas, culturais e até mesmo bíblicas. 

O desafio que você encontra por aqui é capaz de mantê-lo entretido por algumas dezenas de horas (espere inclusive por batalhas que vão tomar alguns vários minutos), tempo que pode aumentar ainda mais caso decida seguir em busca de todos os finais possíveis, bem como itens, equipamentos e demais adicionais que ampliam a experiência de jogo. 

Onde o jogo mais brilha 

Quando foi desenvolvido, os principais responsáveis por Chrono Trigger formaram um grupo que ficou conhecido como Dream Team – afinal, para a época seria bem difícil reunir nomes como Hironobu Sakaguchi (criador de Final Fantasy), Yuji Horii (que trabalhou em Dragon Quest), Nobuo Uematsu (responsável pelas músicas de Final Fantasy) e Akira Toriyama (responsável pelas artes de Dragon Ball) para desenvolver um projeto. 

Aliás, não se espante caso perceba uma certa semelhança entre Crono e algum personagem do universo Dragon Ball. Esse é um estilo característico de Toriyama, o que certamente confere um charme especial ao game na parte gráfica, e nesse sentido também podemos observar que os cenários são realmente bem feitos e ainda capazes de atrair aqueles que se interessam por um game que possua apelo visual. 

Já a ala sonora não foi totalmente concebida por Nobuo Uematsu. A maior parte dos créditos vai para Yasunori Mitsuda, compositor que estreou em Chrono Trigger e foi capaz de nos brindar com trilhas que são lembradas até hoje por muitos jogadores, com destaque para o tema de Frog e a canção To Good Friends (que é tocada em um dos momentos mais marcantes do jogo). 

Tropeço grave 

Mesmo grandes produções possuem seus tropeços, e no caso dessa versão de Chrono Trigger ela nem está associada ao game propriamente dito, mas sim ao fato de que você não vai conseguir salvar o seu progresso na edição para navegadores. Tendo em vista que estamos diante de um jogo que exige algumas dezenas de horas de dedicação, isso é algo que pode afastar algumas pessoas. 

Entretanto, se você é daqueles que nunca jogou Chrono Trigger e só ouviu falar sobre o game, eis aqui uma boa oportunidade para entender o motivo de tanto falatório sobre o título. Clique no link mais acima e comprove: garantimos que você não vai se arrepender de embarcar nessa jornada.

Prós & Contras

Prós

  • A parte gráfica continua agradável
  • Trilha sonora de primeira qualidade
  • Mais de uma dezena de finais para curtir
  • Desafio sob medida

Contras

  • Essa versão não permite salvar o progresso

Interesse ao longo do tempo

Compartilhe essa página

Avaliações sobre o Chrono Trigger

  • {{comentario.nome}} {{comentario.data}}
    {{comentario.nota}}
    Nota {{comentario.notaExtenso}}!
    Editar Avaliação