Logo End of Nations Ícone

End of Nations

Versão Alpha 1.0.0.0 Grátis
2.78 GB
Funciona em: Windows
XP/Vista/7/8
Atualizado em : 31/07/2014 Trion Worlds Inc.
Baixar Grátis Download Seguro
Verificado com Antivírus

O que estão falando…

+0 Avaliações - Seja o primeiro a avaliar o produto!

Descrição

Fernando Daquino
Batalhas épicas esperam você neste game do estilo MOBA cheio de robôs e armas futuristas

Dos mesmos responsáveis por Star Wars: Empire at War, End of Nations é um título singular de uma categoria pouco comum, a MOBA — a qual consiste, grosso modo, em uma fusão entre RTS e MMO.

Embora existam títulos parecidos, a abordagem deste game é bastante distinta de tudo o que foi tentado e experimentado anteriormente. Em vez de manter uma base com territórios que podem ser atacados a qualquer momento do dia, End of Nations lança mão de um esquema baseado em facções que pode mesmo resolver alguns inconvenientes tradicionais nesse gênero.

Aqui, você assume o papel do comandante de uma tropa que pode contar basicamente com mechas (robôs armados controlados por pessoas), veículos terrestres de combate e aeronaves de guerra. Contudo, cada uma dessas categorias conta com modelos para diferentes fins.

Seu objetivo final aqui é simples: se tornar o líder do exército mais poderoso e influente do planeta. Porém, a sua jornada até lá não é nada fácil e exige que você encare e derrote inúmeros outros jogadores reais. Se você curte tiros, explosões e a adrenalina correndo em suas veias, pode se preparar para passar horas batalhando em End of Nations.

Cadastro

Antes de jogar o End of Nations, você precisa realizar um breve cadastro. Clique aqui para acessar a página de registro, preencha o formulário apresentado e confirme sua inscrição por meio do link enviado para o endereço de email informado. Esses dados de acesso cadastrados devem ser usados para realizar login no cliente do jogo, o qual é baixado ao você pressionar o botão de download do Baixaki.

Facções

End of Nations - Imagem 1 do software

Em End of Nations, logo no início da jogatina, você tem a possibilidade de escolher uma das quatro classes existentes. Cada uma delas é categorizada de acordo com as suas habilidades no tocante a reparação da vitalidade própria e de aliados, suporte para conserto de veículos danificados, poderio ofensivo e capacidade defensiva.

Confira abaixo alguns detalhes sobre cada uma das facções disponíveis:

  • Spartan: classe formada por tanques poderosos e artilharia especializada em se defender. Suas características tendem para combates, apesar de ela poder oferecer suporte limitado para seus aliados;
  • Wraith: constituída de veículos de “assalto”, ou seja, mais versáteis e com habilidades mais equilibradas, esta facção pode ser considerada um meio termo entre todas as outras;

End of Nations - Imagem 2 do software

  • Patriot: este grupo conta com robôs e recursos projetados para oferecer suporte a companheiros, tendo basicamente a missão de reparar outros membros da sua tropa. Exatamente por isso, seus integrantes são bastante resistentes, embora não tenham grande poder de ataque;
  • Phantom: rápidas e preparadas para o combate, as unidades desta classe prezam pela discrição. Para isso, elas possuem um avançado sistema de camuflagem, que quando bem utilizado pode promover emboscadas muito eficientes.

Comandantes

Depois de selecionar a sua facção e, caso deseje, realizar todo o tutorial de treinamento, você se depara com mais uma decisão em End of Nations: determinar qual comandante você assumirá o papel.

Ao todo, o jogo conta com quatro líderes, os quais podem ter suas capacidades aprimoradas por meio de uma árvore de habilidades. Essas melhorias podem ser efetuadas através dos seus pontos de experiência, que são conquistados de acordo com o seu desempenho em cada partida.

End of Nations - Imagem 3 do software

Conheça a seguir os comandantes à sua disposição:

  • Colonel Boze: um veterano de guerra dependente de um bom campo de batalha para se sentir feliz. Ele é um líder nato e seu traje de combate o mantém vivo enquanto ele é capaz de trucidar seus adversários com chuvas de balas e explosões;
  • Hippocrates: esta comandante controla uma ambulância fortemente armada que ela mesma projetou. Munida de poderosas metralhadoras para se proteger, Hippocrates é mais eficiente ainda restaurando seus aliados, recuperando seus armamentos e colocando-os de volta nos confrontos;
  • Decibel: lutando dentro de um veículo especial dotado de uma espécie de arma sônica, este combatente usa o som para destruir tudo na sua frente. Tal armamento tem o potencial de ultrapassar as armaduras e campos de força dos oponentes. Além disso, a tecnologia permite que Decibel descubra alvos escondidos;
  • Flux: especialista em destruir veículos inimigos, Flux conta com armas que têm o poder de causar enormes danos em seus alvos. Além disso, seu traje é bastante ágil, permitindo que ele ataque e escape dos revides com facilidade — uma forma e tanto de frustrar e irritar seus adversários.

Aprimorando suas tropas

End of Nations - Imagem 4 do software

Além dos pontos de experiência, todas as batalhas que você encarar também renderão créditos para a sua conta. Esses recursos podem e devem ser trocados por itens de melhorias para o traje do seu comandante e utilizados para comprar novas e mais poderosas unidades de combate para o seu exército.

 

Nossa Opinião sobre o End of Nations

Se você é fã incondicional de jogo de estratégia, em especial dos títulos que funcionam em tempo real, End of Nations pode ser uma ótima opção de entretenimento — principalmente para quem não tem um computador superpoderoso para rodar jogos mais exigentes, como o StarCraft II.

Embora ainda esteja em fase de desenvolvimento, o que significa que ainda pode apresentar erros e problemas de incompatibilidade, o End of Nations se mostrou bastante estável durante a nossa análise e provou merecer uma chance de ser baixado.

Jogando apenas com o mouse

Como de praxe para os títulos da sua categoria, End of Nations conta com comandos descomplicados, baseados unicamente por cliques com o mouse. Obviamente, o game possui teclas de atalho para a maioria de suas ações, mas isso é uma característica para gamers mais experientes.

Resumidamente, mesmo que você nunca tenha jogado um título do gênero, não deve encontrar dificuldades para se familiarizar com os comandos de End of Nations. Ainda no tocante à jogabilidade, o game poderia ter tradução para o português, facilitando o entendimento de configurações e tarefas por parte dos jogadores brasileiros que não dominam o inglês.

Você no meio de tiros e explosões

Pelo fato de ser um jogo multiplayer online e ter a proposta de ser bastante acessível, podemos considerar os gráficos do End of Nations muito bons. Tanto a resolução de imagem quanto o sistema de iluminação e a qualidade das texturas empregadas nos personagens e elementos dos cenários são satisfatórios — apesar de não poderem ser comparados com franquias mais renomadas desse tipo de jogo.

Aliados a isso, os efeitos de áudio impecáveis (sem qualquer distorção, boa perspectiva tridimensional e ótimo nível de realismo) ajudam a promover uma imersão e experiência de jogo muito agradável. Outra coisa que nos chamou atenção foi a extensão dos cenários, os quais apresentaram ainda grande variedade de ambientações — sendo superiores a muitos dos títulos do estilo MOBA existentes por aí.

Essa combinação de características foi capaz de fazer nos sentirmos dentro das batalhas e presenciarmos confrontos repletos de ação. Em meio a explosões e tiroteios sem fim, pudemos sentir a adrenalina de uma batalha correndo em nossas veias — algo procurado por todo jogador que deseja aliar emoção e estratégia.

Cadê o enredo?

Em contrapartida, End of Nations peca primeiramente por não apresentar uma narrativa que contextualize o jogador. Seria interessante para o game contar um enredo que justifique essa guerra desenfreada e que motive você a jogá-lo cada vez mais. Atualmente, o jogo sequer possui uma animação com uma trama inicial.

Um ponto que nos incomodou foi o fato de a câmera se sobrepor a elementos do cenário, impedindo a visualização das suas tropas durante uma parte de confrontos, o que pode significar a derrota de, pelo menos, algumas unidades do seu exército.

Por fim, o End of Nations parece ainda estar com seus servidores um tanto quanto despovoados. Durante nossos testes, chegamos a ficar quase 5 minutos para entrar em uma partida. Isso pode ser explicado pelo jogo ainda estar em fase de desenvolvimento e deve se resolver naturalmente com o aumento da sua popularidade — mas não deixa de ser um pouco frustrante.

Prós & Contras

Prós

  • Comandos descomplicados
  • Gráficos e efeitos de áudio de ótima qualidade
  • Cenários extensos e bem variados
  • Confrontos repletos de ação e adrenalina

Contras

  • Servidores um pouco despovoados
  • Câmera de visualização limitada
  • Falta uma narrativa que contextualize o jogador
  • Poderia estar em português

Avaliações sobre o End of Nations

+2 Avaliações
  • {{comentario.nome}} {{comentario.data}}
    {{comentario.nota}}
    Nota {{comentario.notaExtenso}}!
    Editar Avaliação