Logo Games of Glory Ícone

Games of Glory

Versão 0.3.9.5153 Grátis
893.55 MB
Funciona em: Windows
XP/Vista/7/8/8.1/10
Adicionado em : 11/03/2015 Lightculb Crew
Baixar Grátis Download Seguro
Verificado com Antivírus

O que estão falando…

+0 Avaliações - Seja o primeiro a avaliar o produto!

Descrição

Douglas Vieira
As arenas estão prontas para mais um combate neste MOBA. Será que a sua equipe vai vencer?

“Ah, não, mais um MOBA?”, você pode se perguntar. Sim, estamos diante de mais um game do gênero e acreditamos que não é errado dizer que, por ora, eles estão em voga da mesma forma que os títulos de tiro em primeira pessoa estiveram quando Counter-Strike se tornou uma febre. 

Entretanto, sempre há espaço para adicionar uma coisa diferente aqui e outra ali, seja no combate, no esquema de habilidades ou em algum outro campo onde os estúdios acreditam que ainda há algo que possa ser feito – e com Games of Glory as coisas não podiam ser muito diferentes.

Imagem do jogo

Que comecem os jogos! 

Se num primeiro momento a sua ideia foi olhar para Games of Glory e dizer que ele não passa de “um clone barato de League of Legends ou DotA 2”, é melhor se segurar um pouco e observar o que o título tem a oferecer, a começar pela mecânica de combate. 

Em vez de andar pelo mapa destruindo torres diversas e quaisquer outras estruturas, a equipe da Lightbulb Crew conseguiu encontrar um caminho diferente para deixar os combates mais dinâmicos: captura de pontos. Logo, mais importante que ter eliminações ou bons itens, para avançar no jogo é preciso dominar locais estratégicos para diminuir as barreiras da base oponente e conseguir avançar.

 

Aliás, você só conseguirá vencer o jogo ao fazer isso. Cada time conta com 100% de energia, que só sofre redução quando o seu time domina pelo menos um desses pontos (três no total). Há outros três espalhados pelo mapa, mas estes servem apenas para aumentar a quantidade da moeda de jogo obtida a cada segundo. 

Assim que o marcador for reduzido ao seu limite, a missão é destruir as duas torres de proteção e, na sequência, a construção principal. Ao fazer isso, você e o seu time se consagram os vencedores da partida e podem colher os louros da fama – pelo menos até o próximo combate.

Imagem do jogo

Guerra dos clones 

Em vez de heróis, campões ou algo do gênero, em Games of Glory você pode controlar um dos 12 clones disponíveis. Como em outras bandas, cada um deles possui uma função diferente no campo de batalha. Há os que são denominados Support (Byorn, Jörndyr, Grejan), aqueles que atuam como Tank (Ragnar, Deadball), os Carry (Thror, Pinto), os Assassin (Grendel, Koinchura, Xeruud) e os Scout (Saga, Molly). Saber como se portar com cada um deles no campo de batalha, bem como suas forças e fraquezas, é essencial para chegar à vitória. 

Para isso, o jogador conta com uma área onde pode testar cada um desses personagens antes de levá-los para o campo de batalha. Sendo assim, escolha aquele que cumpre a função que você gostaria de assumir nas lutas e estude-o com cautela: essa é a melhor chance de fazer a diferença de forma positiva no seu time.

Imagem do jogo

Comandos

  • Teclas A, W, S e D ou botão direito do mouse: movimentam o personagem;
  • Mouse: move o cursor;
  • Botão esquerdo do mouse: confirma seleção da habilidade selecionada/ataca;
  • Tecla E: alterna entre a arma de longa distância e a de combate de proximidade;
  • Teclas numéricas de 1 a 7: utilizam habilidades e itens.

Nossa Opinião sobre o Games of Glory

O que faz de Games of Glory um título divertido e diferente de outros MOBAs que já estão no mercado é o fato de ele ter sido totalmente pensado para proporcionar confrontos mais rápidos. Um exemplo disso? Todos os personagens do jogo possuem uma arma de combate de curta distância e uma de disparo, tornando todos versáteis o bastante para perseguir aqueles que gostam de correr quando a situação está fugindo do controle. 

No que diz respeito às mecânicas do jogo, ter que capturar um ponto em vez de destruir torres e outras estruturas adiciona um sentido de urgência ainda maior, mas também faz com que o jogo não esteja totalmente perdido em determinadas situações, já que com um pouco de coordenação é possível virar e até mesmo ganhar a partida. 

Além disso, o único mapa disponível para o combate é pequeno o bastante para permitir a realização de lutas rápidas, sejam elas entre trios, quartetos, quintetos ou contra o computador. O design dessa área (e dos personagens como um todo) é bem feito, usando poucas cores para cooperar com a ambientação futurista do jogo. 

O som das armas 

A trilha sonora é quase nula no campo de batalha (mas é válido dizer que a música de abertura do jogo foi muito bem arranjada), e os sons dos combates são interrompidos vez ou outra por uma dupla de narradores que faz alguns comentários sobre as lutas. Tudo bem que eles não passam de “o time laranja está com a vantagem” ou “será que eles têm algum plano preparado”, mas servem para ditar o ritmo das batalhas. 

E, como em qualquer outro combate, Games of Glory não sai da arena sem algumas feridas. A primeira delas é que o jogo está com os servidores praticamente vazios (durante os nossos testes, não vimos mais que seis pessoas online), além de contar com poucos personagens numa comparação direta com outros títulos – e, ainda que essa lista amplie, pelo visto não será para um número tão grande quanto o visto em outras bandas.

Prós & Contras

Prós

  • Mecânica de captura de base dá outro ritmo aos combates
  • Todos os personagens possuem armas de curta e longa distância
  • Mapa propício para partidas rápidas

Contras

  • Servidores com poucas pessoas
  • Número de personagens é baixo perto de outros títulos

Compartilhe essa página

Avaliações sobre o Games of Glory

+1 Avaliação
  • {{comentario.nome}} {{comentario.data}}
    {{comentario.nota}}
    Nota {{comentario.notaExtenso}}!
    Editar Avaliação