Logo Jumping Finn Ícone

Jumping Finn

Versão 1.0 Grátis
Funciona em: Web
Adicionado em : 19/12/2012 Cartoon Network
Acessar Acesso Grátis
Verificado com Antivírus

O que estão falando…

Já usou? Avalie!
+2 Avaliações
  • Foto de Adalton Soares de OLiveira
    Adalton Soares de OLiveira 1 de outubro de 2013 - 23:07
    8
    Nota Ótimo!
    Esse é mais um daqueles jogos que parecem bobos no começo e depois acabam deixando você vidrado neles.Os comandos são simples,o game é bem divertido e a possibilidade de comprar habilidades novas torna o jogo bem mais interessante. Se pudesse jogar off line seria perfeito. Outro ponto fraco é o fato dele ser muito curto. Quem enjoar desse game tente jogar SUSHI CAT (1 e 2). Muito viciante também.

Descrição

Ramon de Souza
Que horas são? Hora de aventura Ajude Finn a resgatar a Princesa Jujuba fazendo Jake chutá-lo o mais longe que puder

O Rei Gelado raptou a Princesa Jujuba mais uma vez. É hora de Jake e Finn, uma das duplas mais cômicas e bizarras da televisão, irem ao seu encontro para resgatá-la.

Contudo, o Reino Gelado é um lugar muito, muito distante. Qual é a forma mais lógica e fácil de viajar rapidamente até lá? Utilizando seu cachorro como jato propulsor, fazendo-o chutar seu traseiro até alcançar o território do vilão, obviamente.

Jumping Finn é um jogo produzido pela própria Cartoon Network e baseado no popular desenho animado “Hora da Aventura” (“Adventure Time”, no original americano). Seu principal objetivo é utilizar o cachorro Jake para enviar Finn o mais longe que puder, utilizando chutes, voadoras e itens diversos como ventiladores de alta potência e seres macabros que o impulsionam com martelos gigantes.

A forma mais rápida de viajar

Para o alto e avante!

A jogabilidade de Jumping Finn é bastante simples. Você simplesmente utiliza o botão esquerdo do mouse para chutar o protagonista do título e pode utilizar vários upgrades comprados com o uso de estrelas para fazê-lo continuar voando, tentando ao máximo alcançar o Reino Gelado.

Entre as “técnicas” que podem ser utilizadas, estão três tipos de chutes diferentes (vertical, horizontal e um no qual Jake se transforma em uma espécie de mola) e uma diversidade de itens que ficam suspensos no ar e podem ajudar o personagem ou não; depende da sorte dele em tocá-los para que sejam ativados. Todos esses power-ups possuem diferentes níveis de força e também são turbinados com o uso de estrelas ganhas no final de cada partida.

Ao final de cada rodada, um pequeno mapa mostra o quão perto você chegou do Reino Gelado. Tenha certeza de que não será nada fácil atingir esse objetivo: mesmo após percorrer milhões de metros em alta velocidade, provavelmente Finn não terá chegado à metade do caminho.

Existem dezenas de power-ups disponíveis

Missões extras para quem gosta de desafios

Jumping Finn oferece bastantes opções de divertimento para aqueles jogadores que gostam de extrair absolutamente tudo o que um game tem a oferecer. Além da possibilidade de tentar comprar todos os upgrades e turbiná-los ao máximo (missão não necessária para terminar o jogo), você também pode colecionar um total de 20 medalhas que são entregues ao jogador quando ele completa algumas tarefas extras dentro das fases.

Há, por exemplo, uma medalha para quem conseguir fazer Finn chegar ao espaço, outro para quem atingir a velocidade de 130 km/h, um para o jogador que chutar o personagem cinco vezes no ar e diversos outros.

Nossa Opinião sobre o Jumping Finn

Não há como negar que as pessoas que assistem a “Hora da Aventura” vão apreciar Jumping Finn muito mais do que outros jogadores. Ainda assim, o jogo consegue divertir qualquer um com suas situações inusitadas e mecânica simples porém divertida. A história, bastante conhecida por telespectadores da série, se torna ainda mais engraçada por ser apresentada em forma de quadrinhos no início do game.

Embora pareça fácil, o título é bastante desafiador e consegue entreter por muito tempo. Além da razoável quantidade de power-ups que podem ser comprados e turbinados, as várias medalhas disponíveis também ajudam o jogo a ter um maior fator replay e não enjoar tão facilmente.

Os gráficos são medianos, assim como as músicas e efeitos sonoros; estes, na verdade, são praticamente imperceptíveis. Felizmente esse aspecto passa despercebido, pois na maioria das vezes você está empolgado demais na ação da partida e mal tem tempo para perceber se os sons são agradáveis ou não.

O mais incrível em Jumping Finn é que o jogo é do tipo que “engana”. Parece um game realmente simplório e mediano à primeira vista, mas basta jogá-lo durante alguns minutos para ficar viciado em sua jogabilidade e perceber que o título tem muito mais a oferecer do que aparentava. Seja você um fã do desenho animado ou não, experimente sem medo de se arrepender.

Prós & Contras

Prós

  • Jogabilidade simples, divertida e viciante
  • Grande quantidade de power-ups disponíveis para compra
  • Grande quantidade de medalhas e missões extras
  • História e personagens engraçados e inusitados
  • Grau de dificuldade justo

Contras

  • Nada encontrado.

Interesse ao longo do tempo

Compartilhe essa página

Avaliações sobre o Jumping Finn

+2 Avaliações
  • {{comentario.nome}} {{comentario.data}}
    {{comentario.nota}}
    Nota {{comentario.notaExtenso}}!
    Editar Avaliação