Logo Wakfu Ícone

Wakfu

Grátis
822.27 MB
Funciona em: Windows
XP/Vista/7/8/8.1
Atualizado em : 04/08/2015 Ankama Studio
Baixar Grátis Download Seguro
Verificado com Antivírus

O que estão falando…

Já usou? Avalie!
+46 Avaliações
  • Foto de Renata Rambo
    Renata Rambo 16 de abril de 2012 - 22:59
    10
    Nota Excelente!
    Ja sou fã de jogos táticos... começei a jogar Dofus a pouco tempo e meu irmao falou sobre o Wakfu.... me apaixonei a primeira vista... recomendo concerteza principalmente para os reais RPGsistas apaixonados por estrategia... ^-^
  • Foto de sonny123
    sonny123 30 de abril de 2011 - 11:07
    6
    Nota Ótimo!
    Inda está em open Beta, tem mto frances, e a evolução de skils ta mto estranha, fazendo que alguns jogadores antigos de dofus, fiquem meio encabulados, o lado bom é o grafico e que ta free,por enquanto..Ou até a LUG comprar, pq, é bem provavel...

Descrição

Allan Valin
Mil anos após ser destruído pelas lágrimas de um ogro, o mundo de Dofus consegue se reestruturar

Wakfu é um MMORPG que dá continuação à história de Dofus. Como esperado, ele traz inovações à jogabilidade e aos gráficos, tornando ambos muito mais fluidos.

Contudo, não espere transferir seus personagens de Dofus para Wakfu, pois seria impossível eles terem sobrevivido aos eventos que aconteceram entre os jogos e aos mil anos de história!

Instalação

Após usar o botão “Clique para baixar”, você começa o download do instalador do game. Porém, ele não apresenta os arquivos necessários para começar a jogar: é preciso baixá-los. Feito isso, crie uma conta para poder logar e criar seu primeiro personagem!

A era Dofus

Wakfu é a energia primordial que circula pelo universo e compõe todas as coisas. Deuses e demônios podem vê-la serpenteando pelo ar, porém até mesmo mortais são capazes de controlá-la para dominar os elementos da natureza. Ainda durante os eventos em Dofus, o alquimista Otomai decidiu criar um ogro feito de puro wakfu: Ogrest.

No entanto, algo inesperado aconteceu: Ogrest se apaixonou por uma boneca feita por um Sadida chamado Dathura. Para seduzi-la, o ogro reuniu os seis Dofus primordiais: ovos de dragão que transbordavam poder. O plano de conquista não saiu como planejado, pois os Doze Deuses consideraram Ogrest como uma terrível ameaça e começaram uma guerra contra ele.

Mesmo com a força de todos os deuses, não foi possível derrotar o ogro. Contudo, durante a batalha, Dathura roubou os Dofus para se tornar um deus. Ogrest ficou profundamente magoado e jogou Dathura para o fundo de um abismo. Graças a isso, a guerra acabou: Ogrest subiu triste aos picos mais altos do mundo e começou a chorar incansavelmente.

Criação de personagem

Um novo começo

O choro de Ogrest causou um dilúvio que inundou e destruiu a maior parte do planeta, separando a terra em vários continentes. Quando as águas baixaram, os sobreviventes se reuniram para organizar uma nova sociedade. Os mais ambiciosos tentaram ganhar a liderança à força, porém métodos assim não eram mais aceitos: agora, somente quem provasse grande valor estaria apto a se tornar governante.

Muitos grupos possuíam opiniões diferentes sobre os eventos que causaram o dilúvio. Dessa forma, as pessoas se dividiram conforme suas convicções e formaram cinco diferentes facções: as Irmãs de Dathura, o Culto Ogrest, os Discípulos de Otomai, o Último Sentinela e os Aproféticos.

O primeiro grupo apresenta apenas mulheres e acredita que a boneca de Dathura é a chave para restaurar o equilíbrio do mundo. O Culto prega a violência e deseja que Ogrest volte para destruir o mundo definitivamente. Os Discípulos são racionais e acreditam que o dilúvio pode ser explicado cientificamente.

Treinamento

O Sentinela é um esquadrão que visa manter a antiga ordem e destruir qualquer fonte de mudanças. Os Aproféticos não acreditam em profetas e não tomam nenhum partido nas discussões: acreditam que tudo ficará bem se não fizerem nada.

Ecossistema

O mundo foi levado ao caos graças a Ogrest, desorganizando completamente as estações e o ecossistema. Então, os Protetores dos Meses e os Doze Deuses decidiram encarregar os mortais de restaurar a ordem natural da fauna e da flora.

Ao longo dos séculos, eles escolheram figuras representativas do mundo e formaram clãs a partir deles. A missão dos membros de cada grupo é guiar os aventureiros a manter o equilíbrio da natureza. Para isso, eles os ensinam diferentes profissões de colheita e produção, de forma a tirar o excedente e retornar à terra o que falta.

Plantando monstro

Wakfu e Stasis

Wakfu é a energia da criação, obtida sempre quando novos animais são retornados ao habitat natural e recursos são plantados. Por outro lado, há também stasis: energia criada por meio da destruição (morte de animais e coleta de recursos). O mundo precisa se manter em equilíbrio, porém ele não o faz sozinho: por meio das ações dos jogadores os níveis de wakfu e stasis ficam iguais.

Quando um animal está vivo, é possível coletar suas sementes e plantá-las para que novos animais daquela espécie nasçam pelo mapa. Uma vez morto, não é possível coletar sua semente: caso muitas mortes ocorram sem restituição dos animais, as ações impensadas dos jogadores podem gerar a extinção da espécie aniquilada!

Conforme as ações do jogador, ele não apenas altera o mundo, mas também influencia sua orientação: para a criação (wakfu) ou para a destruição (stasis). Ficar neutro ou tender para algum dos lados possui consequências, como o acesso exclusivo a recursos, equipamentos, pergaminhos e regiões dedicadas à determinada orientação.

Mapa

Profissões

Coletar recursos naturais e usá-los para construir objetos são duas possibilidades diferentes de conseguir uma profissão. Dependendo do tipo de coleta realizado, é possível se tornar: Farmer, Herbalist, Lumberjack, Trapper, Miner e Fisherman. Para usar esses recursos, é preciso possuir uma destas profissões: Baker, Chef, Weapon Maker, Armourer, Jeweller, Tailor, Leather Dealer ou Handyman.

Para aprendê-las é necessário encontrar o membro de um clã e passar em seu teste. Depois disso, você deve comprar receitas para aprender a fazer os objetos de sua profissão ou para entender como coletar recursos especiais. Outra profissão, diferente das demais, possibilita a criação de dinheiro, porém requer vários minerais e o uso de uma máquina especial para cunhar moedas.

Cidadania

Cada ilha de Wakfu possui diferentes nações em seu território. Uma vez que elas possuem ideologias diferentes, sempre ao entrar pela primeira vez em uma ilha é preciso escolher a qual nação você deseja se afiliar. Assim como as energias wakfu e stasis, há também uma barra para indicar sua afinidade com a nação escolhida.

Governador

Seu funcionamento é igual ao da barra de energia, o que inclui as ações necessárias para tendê-la para um dos lados. Um cidadão que seja modelo de comportamento ganha privilégios adicionais: pode se tornar governador, guarda ou soldado. O governador é capaz de formar alianças entre nações, declarar guerras, desistir dos embates, aumentar os impostos e usar o dinheiro para cumprir desafios dos clãs.

Ao se tornar um guarda, você fica responsável por caçar todos os jogadores que acumulem stasis demais quebrando as leis da nação. Um soldado, diferentemente, fica na linha de frente e participa de disputas territoriais – além disso, ganha acesso a canais de comunicação exclusivos dentro do jogo.

Gemlin, o tutorial ambulante

Quando você entra em Wakfu, seu personagem ainda não “encarnou” no mundo. Ao andar alguns passos, é possível encontrar uma criatura em perigo: o gemlin que o acompanhará pelo resto do game – após ser salvo por suas ações heroicas (combater um gato). Ele serve como guia e o ensina a usar todos os recursos do jogo.

Em princípio, todos os gemlins são iguais. Entretanto, é possível personalizá-los por meio das Gemlin Gems. Para obtê-las é preciso completar missões especiais, mas também há como encontrá-las em tesouros e até mesmo comprá-las de outros jogadores.

Personagem

Lutar em Wakfu é algo constante e, para isso, você usa habilidades e magias diversas – por sua vez, estas variam de acordo com cada classe. Seu objetivo é ficar mais forte, sendo 200 o nível máximo do personagem e 100 o nível para as magias – cada habilidade possui um limite diferente.

Ao todo, é possível escolher entre 14 classes durante a criação do personagem: Sacrier’s Blood, Iop´s Heart, Cra´s Range, Eniripsa´s Hands, Pandawa´s Pint, Enutrof´s Fingers, Sadida´s Shoes, The Rogue Ruse, Feca´s Shield, Sram´s Shadow, Ecaflip´s Coin, Xelor´s Sandglass, Osamodas´ Whip ou The Masqueraiders.

Respectivamente, suas funções são: tomar dano e bater; bater muito; atirar flechas; curar ferimentos e doenças; bater no lugar certo; caçar tesouros; evocar plantas; confundir o inimigo; proteger os aliados; matar rapidamente; bater e contar com a sorte; controlar o tempo; evocar animais; e usar diferentes máscaras para adquirir poderes especiais.

Atributos

Batalha

Lutar em Wakfu não é complicado, basta escolher para onde deseja se mover e atacar o oponente enquanto tiver pontos suficientes para isso – cada habilidade gasta uma quantia específica, podendo ser usada entre uma e três vezes no mesmo turno. Contudo, há várias estratégias que o ajudarão a vencer mais facilmente suas lutas.

Uma delas é clássica em jogo de estratégia: atacar pelos lados ou por trás para causar mais dano e aumentar sua chance de acertar o golpe. No mesmo sentido, é possível usar habilidades elementais para causar mais dano contra inimigos fracos contra o elemento usado – por exemplo, usar água contra água é ineficaz, enquanto outros elementos seriam uma melhor escolha.

Finalmente, agir rapidamente durante o seu turno garante pontos para encher a barra de velocidade: uma vez cheia, você tem acesso a um bônus que dura por um turno – por exemplo, há opções para recuperar 50 pontos de vida e ganhar 10 pontos de movimento.

Nossa Opinião sobre o Wakfu

A evolução geral de Wakfu em relação ao seu antecessor, Dofus, é realmente significativa: os gráficos melhoraram e a jogabilidade é mais fluída. Quanto ao primeiro item, agora é possível alterar a distância da câmera para visualizar os personagens de perto, os efeitos visuais das magias são mais realistas e a interface ficou muito mais bonita e intuitiva.

Já sobre a jogabilidade, a mudança no jogo possibilitou a interação com objetos do cenário, adicionou emoticons animados aos personagens, removeu as linhas traçadas pelo campo de batalha, inseriu atalhos de teclado para as habilidades mais usadas e implementou um sistema de bônus para ações rápidas durante as lutas.

Diferentemente de Dofus, a história de Makfu está muito melhor explicada: painéis na área inicial do game explicam com gravuras os eventos que aconteceram nos mil anos que separam os jogos. Além disso, há também um sistema de tutorial persistente, isto é, uma explicação é exibida pelo seu guia (uma gosma simpática) sempre que ações novas se tornam acessíveis.

A implementação de um sistema de profissões, aliada com outro de coleta e criação de recursos, traz um diferencial marcante ao gênero MMORPG. Com eles, o jogador é responsável pelo respawn (renascimento ou crescimento) de animais e plantas. A diferença para os demais games do gênero é que, se os recursos não são replantados depois de colhidos, eles simplesmente são extintos – ou seja, o jogador é capaz de controlar o ecossistema do jogo!

Prós & Contras

Prós

  • Gráficos melhorados
  • Jogabilidade fluida
  • Interação com o cenário
  • Profissões de coleta e produção
  • Diálogos bem humorados

Contras

  • É preciso plantar monstros para poder matá-los
  • Demora demais para carregar

Interesse ao longo do tempo

Compartilhe essa página

Avaliações sobre o Wakfu

+46 Avaliações
  • {{comentario.nome}} {{comentario.data}}
    {{comentario.nota}}
    Nota {{comentario.notaExtenso}}!
    Editar Avaliação