Logo Splinter Cell: Double Agent Singleplayer Ícone

Splinter Cell: Double Agent Singleplayer

Versão DEMO Grátis para testar
830.08 MB
Funciona em: Windows
98/Me/2000/XP
Atualizado em : 08/08/2007 Ubisoft

O que estão falando…

Já usou? Avalie!
+13 Avaliações
  • Foto de TIBIANO
    TIBIANO 18 de março de 2007 - 13:37
    10
    Nota Excelente!
    Prós: Nada deixa a desejar o novo Splinter Cell, gráficos, jogabilidade, diversão, você encara o melhor espião do mundo, imagina só, mapas e missões foram bem mais criativas do que dos games anteriores, claro, mantendo o bom e velho método Splinter.

    Contras: Ah, dizem que é "cópia do Metal Gear", a muitos jogos de espião, ele não deve nada ao Metal Gear, não vejo quase nehum contra nesse jogo, por enquanto não.

Descrição

Mikhael Persigili Narduci
Mergulhe mais uma vez na pele de Sam Fisher, no quarto jogo da série Splinter Cell
Em Splinter Cell o jogador encarna Sam Fisher, um agente de campo da Third Echelon — divisão secreta da Agência de Segurança Nacional (em inglês, NSA). A função principal dessa divisão é coletar informações, principalmente por meios virtuais.

Porém, quando as maneiras mais convencionais não surtem efeito, a agência é autorizada a sair para campo aberto. Para isso liberam agentes conhecidos como Splinter Cells, os quais atuam em campo como ladrões de informação sem ordens governamentais.

O ENREDO

Quem É Sam Fisher?

Sam é o principal Splinter Cell da Third Echelon, e não é à toa. Durante as últimas décadas, Fisher liderou as movimentações de espionagem em todo o mundo. A prova máxima de sua eficácia é que se mantém vivo até hoje. Nos dias atuais, sua principal função é combater Cyberterrorismo.

O Que É Cyberterrorismo?

Apesar do nome aparentar algo virtual que em nada afete o mundo real, Cyberterrorismo afeta diretamente as vidas de todas as pessoas. Um ótimo exemplo disso é o ataque a aviões, onde é possível controlar remotamente o avião, não permitindo que o piloto tenha controle sobre direção, velocidade, e outros fatores. Dessa forma, por exemplo, não seriam necessários terroristas suicidas para realizar um ataque como o do famoso 11 de setembro de 2001.

Splinter Cell oferece ao jogador um mundo ficcional com um gélido toque de realismo. As armas e acessórios utilizados no game em sua maioria existem e são usuais de campos de batalha, sejam essas batalhas comuns corpo-a-corpo, sejam batalhas virtuais.

Portanto, a sensação do jogo é a de se participar efetivamente do dia-a-dia de um grande agente secreto, diferente de filmes como 007, onde a alta tecnologia que deveria auxiliar na ambientação do espectador acaba atrapalhando por seus constantes exageiros devido a excessos de imaginação por parte dos roteiristas.

Prós & Contras

Prós

  • Não encontramos pontos positivos.

Contras

  • Não encontramos pontos negativos.

Interesse ao longo do tempo

Compartilhe essa página

Avaliações sobre o Splinter Cell: Double Agent Singleplayer

+13 Avaliações
  • {{comentario.nome}} {{comentario.data}}
    {{comentario.nota}}
    Nota {{comentario.notaExtenso}}!
    Editar Avaliação